26/04/2022

Sobre a revista da CPAD 2 TRIM 2022 LICAO 5 "O casamento é para sempre"

O povo santarrão está ai vibrando falando da próxima lição da EBD da CPAD que fala do casamento e aí o pov4co crítico estão   detonando os divorciados...

Resolvi então escrever :

1. Deus abomina, detesta o divórcio. Mas, diga-me: alguém, em sã consciência, pode gostar do divórcio? O divórcio w prejudicial, danoso, doloroso e ruim.

(Entre outras Coisas). Só tem um que gosta do divórcio... este um é o diabo, pois Ele gosta do sofrimento das pessoas.

2. Deus proíbe o divórcio mas não em caráter absoluto.

Proibir em caráter absoluto e quando é uma proibição sem nenhuma excesso w proibido e ponto final. Exemplo: não adorar a outros deuses, não adulterar, etc.

A proibição para o divórcio tem uma única exceção: A NAO SER POR CAUSA DA PROSTITUICAO.

Eu vou tentar resumir uma explicação, mas não sei se com esta mentalidade cauterizada pelo farisaísmo, este povo conseguirá entender:

Não pode haver divórcio por motivo algum, a não ser por causa da prostituição de um dos conjugue.

E observe que Cristo usa a palavra PROSTITUICAO, ele não usa a palavra ADULTERIO.

Sabe por que?

Porque nem por causa do adultério uma pessoa pode divorciar.

Mas por causa da prostituição, sim.

Vejamos bem o que é ADULTERIO no sentido de matrimônio: Quando um dos conjugues  se relacionar com uma outra pessoa fora do casamento. Uma traição única, um  caso isolado. Aí a pessoa deve exercer o perdão. E continuar ali...

Agora, quando a traição tem reincidência, é habitual, repetitiva, continua ocorrendo, deixa de ser um mero caso de adultério e passa a ser PROSTITUICAO, que é a pratica rotineira de sexo fora do casamento, objetivando satisfação Carnal própria ou outro tipo de benefício egoísta. O nome disto é PROSTIRUICAO.  Basta pesquisar nos dicionários e na sociologia, psicologia, etc e verá esta definição.

EXEMPLO: Uma pessoa descobre que seu conjugue cometeu o deslize de ir para a cama uma única vez com outro alguém. Isto é o caso isolado. O traído perdoa, o que traiu se arrepender e não pratica mais este ato que é o adultério.

Agora, digamos que o que traiu torna a trair, é trai outra e outra vez. Mesmo que seja com o mesmo ou a mesma amante, mas a relação  se tornou habitual. ISTO E PROSTITUICAO.

Portanto, neste caso, vai virar rotina também a pessoa ser traída e ficar perdoando, perdoando e perdoando, e continuar sendo traída????

Ai, por causa da direção dos. Corações humanos, vem a triste mas necessária solução do DIVORCIO.

Pois houve quebra de fidelidade caracterizada e constante.

A menos que a pessoa queira ser vista como a chifrada consciente, o que é desmoralizador...  E lembrando que quem aceita isto se torna cúmplice do pecado do traidor.

E ai a pessoa traída que divorciou para sair daquela humilhação, não pode casar de novo???

Aí é outro assunto né...

Mas vamos la:

1. o que Deus uniu não separe o homem.

Concordo com isto, mas isto se aplica ao que DEUS UNIU. Será que todo este povo casado FOI DEUS QUE UNIU?

A maioria das pessoas se casaram antes  de converterem a Cristo. Portanto, não tinham o conhecimento da Palavra, portanto, DEUS NAO LEVA EM CONTA O TEMPO DA IGNORANCIA.

Agora, o pessoal que casa na igreja, já convertido e acaba divorciando?

 Terão de viver só o resto da vida por que divorciaram???

Eu acho que tal condenação vai mais para quem é avisado antes do casamento a não casar com aquela pessoa ali e depois que casa e descobre situações ruins... pois foi avisado e ignorou.

2. Aquele versículo O QUE ALMEJA O EPISCOPADO... EXECELENTE OBRA ALMEJA, MAS COMVEM QUE .... SEJA MARIDO DE UMA SO MULHER.

Este versículo proíbe a BIGAMIA E A POLIGAMIA. Ou seja, ter mais de um casamento ao mesmo tempo.

Em nada este versículo condena quem está no segundo casamento.

O problema destas lições aí que são expostas na famigerada revista da EBD da CPAD, é que seu conteúdo é MANIPULADO de acordo com o ego de pessoas. E muitos acabam obedecendo mais esta 'revistinha' do que a própria Bíblia.

Não sou contra a escola bíblica, sou contra a revistinha de ensinamentos manipulados.

O problema de muitos SANTARROES assim é que usam este tipo de ideia absurda para pisar nos outros.

Pergunto ao cruéis críticos dos divorciados:  quem vos nomeou Deus para julgar os outros?

Vocês poderiam dizer em que são melhores do que as pessoas que divorciaram e casaram de novo?

Quem pisa nos outros tem de aguentar ser pisado também.

Por que vocês juízes da CPAD  não pregam ou comentam sobre estes santarrões que cobiçam mulher dos outros até mesmo sobre os púlpitos de vossas igrejas?

Por que vocês não fala destes líderes MAÇONS que tem na CGADB alguns inclusive são autores destas famigeradas revistas da CPAD?

SABE QUAL O NOME DISTO?

HIPOCRISIA. A ARTE DE FINGIR SER O QUE NAO SAO. No caso, vocês fingem ser santos.

Concluo dizendo: o casamento é para sempre... deveria sim. Ao casal compete lutar para que isto aconteça.

Mas JAMAIS DEVEMOS CONDENAR QUEM NAO CONSEGUIU  CUMPRIR COM ISTO.


O uniço pecado IMPERDOAVEL é a blasfêmia contra o Espírito Santo.

Aos outros existem ainda perdão...

O divórcio não é taxado como pecado em lugar nenhum da Bíblia

Ele é apresentado como algo que Deus abomina. 

Não condene quem divorciou ou casou de novo!


02/04/2022

As duas testemunhas do Apocalipse

A curiosidade sobre quem são as duas testemunhas do Apocalipse é um tema bastante discutido entre os cristãos. Essas duas testemunhas são mencionadas num capítulo do Apocalipse que descreve um contexto de perseguição contra o povo de Deus (Apocalipse 11).

Em harmonia com o restante do livro, esse capítulo traz muitas informações, e é caracterizado pelo uso de linguagem simbólica. Apesar dos detalhes, a identidade das duas testemunha não são reveladas diretamente.

O que a Bíblia diz sobre as duas testemunhas?

O autor do Apocalipse informa que as duas testemunhas recebem poder divino para profetizar por mil duzentos e sessenta dias, vestidas de saco (Apocalipse 11:3). Em seguida, as duas testemunhas são identificadas com “duas oliveiras e dois castiçais que estão diante do Deus da terra”. Também é dito que se alguém fizer mal às duas testemunhas, sairá fogo de sua boca. Esse fogo devorará os seus inimigos, pois quem fizer lhes fizer mal, deverá ser morto (Apocalipse 11:4,5).

Além disso, também é dito que as duas testemunhas recebem poder para fechar o céu, para que não chova nos dias da sua profecia. Elas também têm poder para converter as águas em sangue, e para ferir a terra com pragas (Apocalipse 11:6).

Mas quando acabar o seu testemunho, a besta que sobre do abismo fará guerra contra as duas testemunhas. Essa beste vencerá as testemunhas e as matará. Então os corpos das duas testemunhas ficaram expostos na praça da grande cidade. Essa grande cidade é espiritualmente chamada de Sodoma e Egito, onde Cristo também foi crucificado (Apocalipse 11:7,8).

Os corpos das duas testemunhas serão vistos por homens de todas as partes da terra por um período de três dias e meio. Também não será permitido que seus corpos sejam sepultados. Então as pessoas celebrarão a morte das duas testemunhas. Eles presentearão uns aos outros, porque a profecia das duas testemunhas tinha atormentado os habitantes da terra (Apocalipse 11:9,10).

Mas depois de três dias e meio, Deus concederá espírito de vida novamente às duas testemunhas. Elas se levantarão e os homens ficarão atemorizados. Então a terra ouvirá uma grande voz do céu chamando as duas testemunhas. E assim elas subiram ao céu em uma nuvem, na presença de todos os seus inimigos (Apocalipse 11:12).

As diferentes interpretações sobre as duas testemunhas do Apocalipse

Existem realmente muitas interpretações que tentam explicar quem são as duas testemunhas. Muitas dessas interpretações que surgiram ao longo da História do Cristianismo foram defendidas por cristãos sinceramente comprometidos com a Palavra de Deus.

Neste texto iremos expor as principais interpretação sobre a identidade das duas testemunhas. Não iremos considerar aqui as interpretações defendidas por algumas seitas, pois isso desviaria nosso foco. Também é válido lembrar que, por conta da dificuldade do tema, é importante que haja respeito com quem defende uma interpretação diferente da nossa.m

As duas testemunhas são Enoque e Elias

Dentre todas as interpretações sobre quem são as duas testemunhas do Apocalipse, provavelmente esta seja a mais popular entre os cristãos.O principal ponto de defesa para que as duas testemunhas sejam identificadas como sendo o profeta Elias e Enoque, diz respeito ao fato de que estes dois homens foram os únicos a estarem com Deus sem passar pela morte.

Então quem defende que eles serão as duas testemunhas, afirma que estes dois homens foram guardados para essa missão final. Será no ministério das duas testemunhas do apocalipse que eles finalmente experimentarão a morte.

As duas testemunhas são Moisés e Elias

Esta interpretação é bem semelhante a anterior. A diferença é que ao invés de Enoque, a outra testemunha será Moisés. A principal defesa para esta linha de interpretação fica por conta de que as duas testemunhas possuem características que lembram os dias desses homens na terra. As duas testemunhas poderão “ferir a terra com toda sorte de pragas” e “converter as águas em sangue”, como no ministério Moisés. Elas também terão “poder para fechar o céu, para que não chova”, assim como foi com Elias.

Outro ponto utilizado nesta interpretação é o fato de que Elias e Moisés foram os personagens presentes na transfiguração de Jesus (Mateus 17:3). Ainda sobre Elias, tanto essa interpretação quanto a anterior, geralmente utiliza uma profecia de Malaquias para defender um possível retorno do profeta a terra (Malaquias 4:5,6).

As duas testemunhas são cristãos desconhecidos

Esta interpretação diz que as duas testemunhas do Apocalipse não serão personagens bíblicos conhecidos. Na verdade os dois profetas serão cristãos, ainda anônimos, que serão levantados por Deus no período final, durante a grande tribulação.

Então estes dois cristãos exerceram um ministério muito importante e especial. Eles atuarão no espírito e no poder de Elias e Moisés, mas não serão eles próprios. Isto seria algo semelhante ao que ocorreu no ministério de João Batista (Lucas 1:15-17).

Outras interpretações sobre as duas testemunhas do Apocalipse

Outras duas importantes interpretações se destacam dentro da teologia reformada sobre quem são as duas testemunhas do Apocalipse. Em comum, estas duas interpretações se apegam ao estilo literário do livro do Apocalipse, considerando especialmente o amplo uso de simbolismos.

A primeira delas defende que as duas testemunhas são o Antigo e o Novo Testamentos. Em outras palavras, as duas testemunhas são referências simbólicas utilizadas pelo autor do Apocalipse para se referir ao propósito central das Escrituras reveladas no Antigo e no Novo Testamento.

A segunda e mais amplamente aceita dentro da teologia reformada, diz que as duas testemunhas são um símbolo da verdadeira Igreja de Cristo. Então as duas testemunhas representam no texto do Apocalipse toda a Igreja militante ao longo dos tempos.

Quem são as duas testemunhas do Apocalipse realmente?

Creio que neste ponto já tenha ficado claro a dificuldade em se determinar quem são as duas testemunhas do Apocalipse. Na verdade é impossível afirmar com exatidão a identidade das duas testemunhas, visto que a Bíblia não o faz explicitamente. Além disso, as duas testemunhas aparecem em um texto difícil, num livro escatológico que emprega muita simbologia em sua linguagem profética.

Além do mais, estes são pontos secundários em que divergências de interpretações não representam qualquer problema com relação a mensagem central das Escrituras. Descobrir quem são as duas testemunhas não significa uma das doutrinas principais da fé Cristã.

Então não precisamos falar em interpretações corretas ou erradas sobre a identidade das duas testemunhas. Podemos simplesmente falar em interpretações coerentes e menos coerentes. Claro, a coerência deve ser determinada com base unicamente na Palavra de Deus. O que podemos fazer é identificar qual das interpretações sobre as duas testemunhas do Apocalipse parece se harmonizar melhor com o restante das Escrituras.

Particularmente, creio que a interpretação mais coerente sobre a identidade das duas testemunhas, à luz da Bíblia, é aquela que diz que as duas testemunhas simbolizam toda a Igreja verdadeira. Como foi dito, obviamente nem todos concordarão com a minha posição. Mas isto é algo muito comum quando o assunto é escatologia. Se você é uma dessas pessoas, fale também sobre sua posição preferida nos comentários.

Não pretendo fazer uma rgrande exposição sobre minha defesa para que o texto não fique demasiadamente grande e cansativo. Porém, a seguir irei apresentar, resumidamente, alguns pontos fundamentais que me levam a entender que as duas testemunhas representam a Igreja do Senhor.

As duas testemunhas e o estilo literário do Apocalipse

O livro do Apocalipse é muito rico em simbologia, e esse padrão permeia o conteúdo do livro inteiro. Creio que para uma interpretação coerente desse livro, não podemos literarizar um texto nitidamente simbólico. No próprio capítulo 1 do Apocalipse, já temos um aviso claro que haverá muita simbologia no livro, e que não devemos tentar interpretá-las de forma literal (Apocalipse 1:20).

A simbologia pode ser notada até mesmo nas pequenas cartas individuais às sete Igrejas da Ásia Menor. Outra característica marcante do Apocalipse é o extenso uso de conteúdo do Antigo Testamento na composição do livro. João escreveu para irmãos que conheciam as Escrituras, e que facilmente poderiam perceber e interpretar tais ocorrências. Obviamente o texto sobre as duas testemunhas se enquadra em todo esse padrão.

As duas testemunhas e a estrutura de Apocalipse 11

Considerando o padrão simbólico do livro do Apocalipse e sua fundamentação no Antigo Testamento, o capítulo 11 pode ser interpretado de uma forma mais coerente sem apelar para algo literal que destoa desse padrão já estabelecido. Quem interpreta esse capítulo de forma literal, dirá que nos dois primeiros versículos João descreve uma futura reconstrução do templo em Jerusalém.

Porém, quando entendemos as características literárias do livro, naturalmente se percebe que o termo “santuário de Deus” simboliza a Igreja verdadeira. Isso está de acordo com outras referências bíblicas onde essa mesma expressão é utilizada para descrever a Igreja  (cf. 1 Coríntios 3:16,17; 2 Coríntios 6:16; Efésios 2:21).

Quanto à medição do santuário nos versículos 1 e 2, devemos interpretá-la com base no contexto imediato, em sua referência paralela (Apocalipse 21:15) e no pano de fundo do Antigo Testamento utilizado por João (Ezequiel 40:5; 42:20; Zacarias 2:1). Então essa medição do santuário significa separá-lo de tudo que é profano, para que esteja perfeitamente seguro e protegido.

O santuário é aceito, enquanto o pátio é rejeitado (Apocalipse 11:2). Em outras palavras, essa medição simboliza a separação do povo de Deus do povo profano. Essa interpretação está diretamente ligada aos capítulos 7 e 9 do Apocalipse, onde o povo de Deus é selado. Tudo isto indica que as duas testemunhas são citadas em um capítulo que fala da separação e preservação do povo escolhido do Senhor.

Além disso, no livro do Apocalipse a Igreja verdadeira é designada e representada de várias forma diferentes. Por exemplo, no Apocalipse a Igreja aparece como: sete candeeiros, reis e sacerdotes, uma multidão de 144 mil, uma multidão incontável, anciãos, santuário de Deus, noiva, cidade santa etc. Agora, no capítulo 11, essa mesma Igreja é representada como sendo duas testemunhas.

O fato de serem duas testemunhas

Alguém pode perguntar: Por que duas testemunhas? Não poderia ser apenas uma? Não poderiam ser três?Naquela época, um processo só teria validade se fosse fundamentado no testemunho de pelo menos duas pessoas (Números 35:30; Deuteronômio 17:6; Mateus 18:16; Hebreus 10:28).

Logo, a referência às duas testemunhas indica a credibilidade e veracidade de suas palavras. Essa interpretação corresponde ao relato de Lucas 10:1, quando Jesus separou os setenta discípulos em dupla, enviando-os de dois em dois como seus missionários. Embora não seja conclusivo, a expressão “duas testemunhas” pode muito bem enfatizar a tarefa missionária da Igreja.

Além do mais, as duas testemunhas são identificadas com duas oliveiras e dois candeeiros. Essas mesmas figuras são encontradas em Zacarias 4:1-7. Na profecia de Zacarias, provavelmente elas se referem a Josué e Zorobabel, representando representando os ofícios pelos quais Deus abençoou Israel. Aqui, as duas oliveiras e os dois candeeiros são símbolos da Palavra de Deus proclamada pela Igreja.

O fogo que saiu da boca das duas testemunhas

O texto bíblico diz que sai fogo da boca das duas testemunhas. Obviamente este é outro ponto que não deve ser interpretado de forma literal. Mais uma vez temos uma passagem do Antigo Testamento nos ajudar a entender esta questão.

A Bíblia diz que o fogo do juízo e de condenação saiu da boca do profeta Jeremias para devorar os inimigos de Deus. Esse fogo era um símbolo da palavra pronunciada por Jeremias (Jeremias 5:14). No Apocalipse, o mesmo princípio é utilizado para se referir ao fato de que a Igreja, através de seus ofícios, anuncia os juízos de Deus e condena os ímpios com base na Palavra do Senhor. Essa condenação realmente resulta em destruição (Mateus 18:18).

O poder sobrenatural das duas testemunhas

Vimos que as duas testemunhas possuem poder sobrenatural, semelhantemente aos ministérios de Moisés e Elias. Moisés recebeu autoridade para ferir a terra com pragas e tornar a água em sangue (Êxodo 7:20). Elias orou para que o céu fosse fechado de modo que não chovesse (1 Reis 17:1). Da mesma forma, a autoridade conferida à Igreja, através de seu ministério, expõe o mundo ímpio que rejeita a mensagem do Evangelho ao julgamento e condenação por parte de Deus.

Isso é uma verdade real ensinada nas Escrituras. O Senhor envia punição ao mundo iníquo em resposta às orações da Igreja (Apocalipse 8:3-5). Ele assegura que a Igreja verdadeira tem autoridade de trazer juízo, pelo ofício de levar o Evangelho genuíno diante do mundo (cf. Mateus 16:19; 18:18,19; João 20:21-23).

O próprio versículo 5 do capítulo 11 deixa claro que qualquer um que causar danos aos verdadeiros seguidores de Cristo, será igualmente destruído. Por isso os inimigos das duas testemunhas perecem, porque  eles são inimigos da Palavra que elas proclamam.

As duas testemunhas são mártires

A palavra grega traduzida por testemunha é martyria, que também significa “mártir” e “proclamador”. Esse termo sempre é empregado ao povo de Deus no livro do Apocalipse. O texto bíblico de Apocalipse 11 também informa que as testemunhas são derrotadas aos olhos dos homens. Elas morrem e seus corpos ficam expostos enquanto o mundo comemora.

Já em Apocalipse 13, somos informados que a besta faz guerra contra os santos e os vence. Porém, vemos que esse período de aparente derrota dura pouco (Mateus 24:22; Apocalipse 20:7-9). Assim entendemos que esse será o período onde a Igreja será duramente perseguida. Como uma instituição da forma como nos organizamos hoje, ela desaparecerá do mundo. Nesse período os cristãos nominais mostrarão sua falsa fé ao renunciarem o Evangelho, e os verdadeiros cristãos serão perseguidos, presos e até mortos.

Isso significa que aos olhos dos homens a Igreja estará por baixo. Porém, à medida que o sangue dos santos é derramado, acontece a vitória que os olhos humanos ainda não veem (Apocalipse 12:11). Esse é o período anunciado por Jesus, o qual Ele chamou de “grande tribulação” em seu sermão escatológico (Mateus 24; Marcos 13; Lucas 21). O apóstolo Paulo se referiu a esse mesmo período como “a apostasia” (2 Tessalonicenses 2:3).

O próprio Jesus enfatizou que esse será um momento tão difícil, que se os dias não fossem abreviados, nem mesmo os escolhidos suportariam. Esse momento acontecerá exatamente na hora r por Deus, no dia em que as testemunhas terão terminado o seu testemunho (Apocalipse 11:7).

Os corpos das duas testemunhas serão expostos na praça da grande cidade que espiritualmente se chama Sodoma e Egito, onde o nosso Senhor foi crucificado (Apocalipse 11:8). Essa descrição simbólica significa que a Igreja parecerá morta no meio do mundo anticristão. Isso fica claro pelas cidades utilizadas nesse símbolo.

As duas testemunhas ressuscitam

O mundo estará comemorando por acreditar ter vencido a Igreja e silenciado sua voz. O Evangelho não estará mais atormentando os habitantes da terra. Mas é nesse cenário que as duas testemunhas são ressuscitadas, ficam de pé e são chamadas ao céu.

Perceba que em Apocalipse 11:15 o toque da sétima trombeta anuncia a introdução do dia do juízo. A ressurreição das duas testemunhas simboliza de forma maravilhosa a segunda vinda de Cristo com o arrebatamento da Igreja aos céus. A Igreja que parecia derrotada, em meio a um mundo completamente anticristão, agora é levantada vitoriosa e ascende ao céu numa nuvem de glória. Note a expressão: “e os seus inimigos os viram”.

Logo em seguida, ocorre um grande terremoto precedendo o momento do juízo, e o pavor dos ímpios é revelado. O texto diz que os ímpios até darão glória ao Deus do céu (Apocalipse 11:13). Mas essa glória que eles darão não significará uma conversão. Ao contrário disso, essa glória dada pelos ímpios será um indicativo do terror que tomará conta de seus corações.

As duas testemunhas, que a pouco pareciam mortas, agora são levadas ao céu. Esse é o momento descrito por Paulo em 1 Tessalonicenses 4:16,17 e 1 Coríntios 15:52. Os perseguidores que contavam vitória se apavorarão ao contemplarem o triunfo da Igreja sobre a proteção do Deus irado que se assenta no trono.

As testemunhas, antes perseguidas, finalmente serão glorificadas. Elas também receberão a tarefa de participarem do julgamento do mundo incrédulo (1 Coríntios 6:2). Nesse exato momento o mundo estará maduro e pronto para o juízo final. Esse será o momento do acerto de contas. Esse será momento anunciado em Apocalipse 11:14 como o terceiro ai.

O significado da mensagem sobre as duas testemunhas

A passagem bíblica sobre as duas testemunhas certamente traz uma mensagem maravilhosa para todos nós. Penso que muita gente, na tentativa de descobrir a identidade dessas duas testemunhas, infelizmente acaba perdendo o prazer de desfrutar do conforto que há nessa passagem para a Igreja de Cristo. Quando se entende que os cristãos verdadeiros, o povo escolhido do Senhor com a tarefa de proclamar o verdadeiro Evangelho, é quem são as duas testemunhas, naturalmente o propósito principal da passagem salta aos olhos.

Sem dúvida a passagem sobre as duas testemunhas trouxe grande esperança e conforto para os destinatários primários do livro do Apocalipse. Os crentes do primeiro século que viviam na Ásia Menor sob o regime romano, estavam enfrentando terríveis perseguições. O fim da Igreja parecia certo aos olhos humanos. Ela havia sido declarada inimiga do império mais poderosos do mundo.

Mas Apocalipse mostra a Igreja na figura de duas testemunhas que incomoda o mundo com seu testemunho. Essa Igreja pode perseguido e até morta pelo mundo ímpio, porém em Cristo, ela é mais que vencedora. Inevitavelmente haverá o dia em que os fieis ressuscitarão e reinarão eternamente com nosso Deus. O mundo jamais poderá impedir o encontro entre a noiva e seu Noivo, entre as duas testemunhas e o céu de glória. E para você? Quem são as duas testemunhas do Apocalipse?


Sexo anal e a Biblia Sagrada



                             A Pergunta chave é: O Sexo Anal é Pecado? A Bíblia permite o sexo anal para pessoa casada com seu conjugue? Vamos responder a luz da Bíblia a tais perguntas e vamos verificar na Ciência o sexo anal e seu real significado na língua portuguesa, hebraica, e grega. 
                        A Palavra Sodomia não se encontra na Bíblia em Hebraico, a palavra encontrada é Sodomita, a qual lançada para o grego se escreve Arsenokoitesum = Que se deita com um macho como com uma fêmea, sodomita, homossexual. 
                          A Palavra Sodomia encontramos no latim é mais ampla e refere-se: Perversões Sexuais, em ênfase o Sexo Anal, independente de ser entre Heterossexuais ou Homossexuais. Ou seja a relação sexual anal, e não importa se homem com mulher ou homem com homem, o sexo anal em sí é abominável.  
                            De qualquer maneira as palavras Sodomita e Sodomia estão ligada a Cidade de Sodoma, na Palestina, onde seus moradores eram praticantes da relação sexual anal, geralmente Homens com Homens.
Os Homens de Sodoma e Gomorra recusaram as duas filhas de Lot, as quais eram virgens e queria coabitar com os dois Homens hospedados na casa de Lot.
Gn. 19:4 Mas antes que se deitassem, cercaram a casa os homens da cidade, isto é, os homens de Sodoma, tanto os moços como os velhos, 
sim, todo o povo de todos os lados;

5 e, chamando a Ló, perguntaram-lhe: Onde estão os homens que entraram esta noite em tua casa? Traze-os cá fora a nós, 
para que tenhamos relações com eles.
6 Então Ló saiu-lhes à porta, fechando-a atrás de si,
7 e disse: Meus irmãos, rogo-vos que não procedais tão perversamente;
8 eis aqui, tenho duas filhas que ainda não conheceram varão; eu vo-las trarei para fora, e lhes fareis como bem vos parecer: 
somente nada façais a estes homens, 
porquanto entraram debaixo da sombra do meu telhado.

9 Eles, porém, disseram: Sai daí. Disseram mais: Esse indivíduo, como estrangeiro veio aqui habitar, e quer se arvorar em juiz! Agora te faremos mais mal a ti do que a eles. E arremessaram-se sobre o homem, isto é, sobre Ló, e aproximavam-se para arrombar a porta.



Para eliminar qualquer duvida se na Bíblia a Relação Sexual Anal é permitida ou não leia a seguinte passagem:
1 Corintios 6:9 - Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas...

Sodomitas= Praticantes de Relação Sexual Anal. 
                   Paulo destaca os Sodomitas e os Efeminados (homossexuais) ambos são  Praticantes da relação sexual anal. A Relação Sexual Anal é reprovada em todos os ângulos, tanto entre os héteros como Homossexuais....  
Na carta para o Bispo Timoteo Paulo escreveu:
1 Timóteo 1:10 - Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina
                 Os Devassos, os Sodomitas, Roubadores, mentirosos, os perjuros são contrários a Doutrina de Cristo. 

B - Sexo Anal e a  Ciência
Segundo a Ciência com base em recentes estudos o risco de contrair o HIV (virus da AIDS) no relação sexual anal é 18 vezes maior do que numa relação sexual vaginal. de acordo com os resultados de uma meta analise anunciada na Edição Online do Internacional Juournal of Epidemiology, o risco de transmissão do virus do HIV e 18 vezes maior numa relação sexual anal do que numa relação sexual vaginal.
Segundo a pesquisas os risco de contrair o virus sem preservativo numa Relação sexual Oral  é variável entre  0,04% ,o sexo vaginal é de 0,08% e o sexo anal é 18 vezes superior o risco. 

Os Riscos após a relação anal penetra a vagina
O Ânus é uma Região muita rica em excreções e numerosas bactérias praticamente invisíveis podendo ocasiona seria doenças, desde infecções que causam infertilidade, doenças sexualmente transmissíveis, pelveperitonite infecções na bacia e no abdômen, nas grávidas dependendo as circunstâncias a risco de aborto.   

Paulo e o Sexo Anal 
Rm 1: 26 Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza;

27 semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos 
a devida recompensa do seu erro.

28 E assim como eles rejeitaram o conhecimento de Deus, Deus, por sua vez, os entregou a um sentimento depravado, para fazerem coisas que não convêm;
29 estando cheios de toda a injustiça, malícia, cobiça, 
maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, dolo, malignidade;
30 sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes ao pais;
31 néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, sem misericórdia;
32 os quais, conhecendo bem o decreto de Deus, que declara dignos de morte os que tais coisas praticam, não somente as fazem, 
mas também aprovam os que as praticam.
 

16/03/2022

IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR REONOVADA????? Como assim?

Eu fui, de 1979 até 1993, bem atuante na IGREJA PENTECOSTAL DEUS É AMOR.
Eu era próximo dos lideres da família Miranda e até hoje mantenho amizades.
Atendendo ao chamado de Deus para um projeto dele em minha vida, eu me desliguei deste ministério. Particularmente não não concordava com algumas "doutrinas" porém, fazendo parte dela eu procurava seguir a risca.
Foi uma grande escola espiritual para mim.
Hoje vejo as mudanças ocorridas lá, mas ainda mantenho o respeito pela IPDA.
AI VEM  UM ELEMENTO (não mencionarei o nome dele.aqui, para não dar BO, ée nem dar ibo0e ao mesmo), que fazia parte da alta cúpula da IPDA,  NUM ATO DE REBELDIA, E DANDO DESCULPA QUE A IPDA ORIGINAL PERDEU A "SÃ DOUTRINA"  RESOLVE ABRIR A IPDAR -Igreja Pentecostal Deus é Amor RENOVADA, onde eles alegam conservar  as tais "doutrinas" as quais  eles julgam perdidas na IPDA.
É claro que alegam que foi Deus quem mandou...
Quando o Pastor Sérgio Sora saiu da IPDA, este mesmo rebelde fundador da  IPDAR,  foi um dos grandes acusadores do pr Sora, que recebeu acusação de ser rebelioso e divisor de igreja.
(Só que o Pastor Sérgio Sora não abriu ministeri de imediato. ANOS APOS A SUA SAÍDA DA IPDA ELE HERDOU O MINISTERIO DA IGREJA EVANGELICA VIDA EM CRISTO DE UM OUTRO PASTOR.)
Aí, agora  a pouco,  este cidadao, que é  de SP, afirma que "deus" (isto mesmo, de letra minuscula) apareceu e disse a Ele para abrir a IPDAR! 
Ou seja, este tal "deus" apareceu e mandou ele dividir a IPDA E NEM MESMO UM NOME ORIGINAL PODE DAR, COPIARAM ATÉ O NOME DA IPDA.
Dizem estar conservando as "doutrinas' que a IPDA perdeu. Será que este senhor (!) sequer sabe o que significa a palavra doutrina? Será que ele sabe que usos e costumes não é doutrina?
E que raio de 'deus' é este que manda um elemento deste naipe dividir um ministerio sadio como a IPDA?
E MAIS: QUE OUSADIA DESTE CIDADAO ACHAR QUE PODE  SE  IGUALAR ao saudoso missionário DAVID MARTINS M8RANDA.  Então, penso eu  que quem com porcos se mistura co o farelo, cuidado vocês,irmãos e irmãos  ao se associarem a estes rebeldes.
O que move estes fundador da IPDAR é inveja pois, conforme apurei, ele era da diretoria da IPDA, quando o Missionário faleceu e achou que herdaria um alto cargo administrativo (ou quem sabe a própria presidência da IPDA, mas aí 'deu com os burros na agua' como diria a minha saudosa mãe, que foi obreira fiel a IPDA de 1979 até 2003, quando faleceu. O nome disto é RECALQUE. 
Não acho errado as pessoas iniciarem novos miniaterios eclesiasticos, nem acho errado o pessoal por suas "doutrinas" no povo    segue quem quiser... Mas não posso concordar com REBELIAO e DIVISAO de obra. Não posso apoiar a desqualificação bíblica e teologica, além da INAPTIDAO ECLESIASTICA que muitos pseudos líderes  por aí tem diante de seus ministerios...
Mas este pessoal da IPDAR ultrapassou todos os limites  da minha tolerância... pois somam despreparo bíblico teórico, desqualificação eclesiastica e despreparo, além de EXTREMA REBELDIA com uma dosagem de HERESIA.
Lembre-se que Deus ( o verdeiro) lida de uma forma especial  com rebelioso , o qual é chamado pela Bíblia sagrada de "FEITICEIRO".
E antes que me acusem de alguma coisa, não estou tocando na índole moral de lider algum, muito menos de seu fundador e nem da instituiçao  IPDAR.
ESTOU QUESTIONANDO ETICAMENTE A CONDUTA DE DIVISÃO DE MINISTERIOS. FALO COMO TÉOLOGO E PASTOR. Não como juiz.

25/02/2022

não discuto mais com ninguém...

Que é a verdade?
                   A verdade de todos é...
 Para alguém e uma poça - o mar,
        Para alguns, o amor é uma armadura...
 E tem gente assim:
             O vinho é chamado de água
 E que para outros há um milagre,
                Parecem bobagens...
 A verdade tem muitas facetas
             Eles refratam a luz...
 Algumas pessoas não acreditam em Deus
E já há is que falam com Wle,
e o escutam como quem escuta a um amigo.. 
    Alguém com um bilhete da sorte...
 Outros acreditam no coração
            E uma luz está acesa nele,
 Encontre uma porta aberta
               Onde não há saída...
 E há aqueles que se afogam em poças,
            Amaldiçoando o destino de vez em quando...
 não discuto mais com ninguém
    A verdade de todos é...
 Como propriedade peculiar
  e tesrouro pessoal...
  cada um yem a sua convicção
Naquilo que move o coração!

13/06/2021

Morar Junto.... Minha opinião... LEIAM COM ATENÇÃO


É engraçado ver tantos pastores (e pastoras também), ditos obreiros de Deus, ministro do Evangelho(?), que pregam tanta SANTARRICE, sabem muito bem apontar, julgar e condenar os erros alheios, se posicionam como verdadeiros DITADORES do povo, sabem muito bem usar a Biblia Sagrada, principalmente para CONDENAR OS ERROS DOS OUTROS.

Batem no peito e berram aos quatro cantos: NA MINHA IGREJA TEM DOUTRINA (além de não saberem o que de fato é DOUTRINA, ainda se empossam como DONOS DA IGREJA), e se comportam como se fossem eles mesmos extremamente santos, impecáveis.

Aliás, não somente PASTORES E PASTORAS, mas também tem muitos dos ditos MISSIONÁRIOS E MISSIONÁRIAS, e obreiros de todos os graus hierarquitos da eclesiologia cristã, agindo assim.

Se vêem um casal morando na mesma casa e descobrem que este casal não tem o PASSAPORTE CELESTIAL DOS HOMENS, A QUAL EU PREFIRO CHAMAR DE NOTA FISCAL DE COMPRA E VENDA DE CORPO FISICO, emitido pelos cartórios, pedaço de papel este chamadod e CERTIDÃO DE CASAMENTO, sem o qual, segundo a ideologia destes SANTEIROS DE IGREJA, estes casais vão par ao inferno porque estão no pecado.

E se perguntar que pecado seria estes, eles, os santeiros, dizem que é de adultério, fornicação e prostituição... é um pecado ou três? E será que a situação de um casal que "mora" junto se enquandra em algum destes três

Vejamos as definições destes três "pecados" segundo o dicionarios Aurélio e segundo o dicionário bíblico de Buckland.

(Dicionário é aquele livro que trãz bilhares de palavras e seus significados. Encontra-se em qualquer livraria. Há também varios deles disponíveis

A- ADULTÉRIO - substantivo masculino

1.jur violação, transgressão da regra de fidelidade conjugal imposta aos cônjuges pelo compromisso matrimonial, cujo princípio consiste em não se manterem relações carnais com outrem fora do casamento.

2.p.ext. infidelidade estabelecida por relação carnal com outro(a) parceiro(a) que não o(a) companheiro(a) habitual.

No DICIONARIO BIBLICO, está assim definido o ADULTÉRIO:

Relação sexual que um homem casado tem com uma mulher que não é sua esposa ou vice-versa (JR 23:10; JO 8:3). A IDOLATRIA era chamada, figuradamente, de adultério (JR 3:8; EZ 23:37)

Portanto, para que haja ADULTÉRIO, tem de haver uma PESSOA TRAÍDA, em outras palavras, temd e tr alguém TOMANDO CHIFRE, GALHO.

B- FORNICAÇÃO - substantivo feminino

Ato de fornicar; prática sexual, coito, esp. com prostitutas.

Relativo ao ato sexual que não é entre cônjuges; o pecado da luxúria; pecado da carne, sem compromisso.

No DICIONARIO BIBLICO, está assim definido a FORNICAÇÃO:

Algumas traduções da Bíblia usam a palavra “fornicação” onde outras usam a expressão “relações sexuais ilícitas” ou “imoralidade sexual”. A palavra original grega é porneia, que é definida como “relações sexuais ilícitas e e compromisso” (Dicionário da Bíblia Almeida), o que não se limita ao adultério e nem a prostituição.

No adultério, alguém precisa trair e alguém precisa ser traido, na prostituição alguém precisa vender o corpo e alguém precisa pagar pelo uso do corpo,

Na fornicação, não há traição e nem há comercialização do corpo, mas há o DESCOMPROMISSO com a outra pessoa, não há vinculo que justifique o ato sexual, a pessoa fica por ficar, pega por pegar. Esta prática muito comum hoje em dia, principalmente (mas não exclusivamente) entre os jovens. E não está limitada apenas ao ato do sexo.... Apenas uns amassos, uns beijos calientes, um flerte, mesmo que VIRUAL, já encaixa nisto.

Portanto, FORNICAR é o chamado FICAR com alguém, sem nenhum compromisso, nenhum vinculo afetivo, é o "pegar por pegar"...

C- PROSTITUIÇÃO - substantivo feminino

1.atividade que visa ganhar dinheiro com a cobrança por atos sexuais e a exploração de prostitutas.

2.meio de vida principal ou complementar de prostitutas e prostitutos.

3.FAZER SEXO COM ALGUÉM EM TROCA DE BENEFÍCIOS MATERIAIS, VENDER O CORPO.

No DICIONÁRIO BIBLICO, está assim definida a PROSTITUIÇÃO:

"Trato sexual com outra ou outro distinto do próprio cônjuge, em troca de dinheiro ou em outra forma de pagamento. Na antiguidade houve inclusive a prostituição sagrada. Os profetas, assim como recorreram à imagem do matrimônio para expressar a intimidade de Deus com seu povo, também empregaram a de prostituição como expressão da infidelidade (cf. Os 2; Ex 16,26; ver também Ap 17,1-19,2)."

Um casal que mora junto não tem como enquadrar neste perfil de pecado,. Pois não há "comercialização" de corpo de ninguém.

Onde há, então, senhores SANTARRÕES, o pecado de duas pessoas "morarem junto"?

Eu respondo: Não há, necessariamente, pecado.

Pois duas pessoas, ambas solteiras, decidem morar juntos, já há ai um COMPROMISSO entre duas pessoas e um SENTIMENTO que os UNE: portanto, a FORNICAÇÃO, O ADULTÉRIO, E A PROSTITUIÇÃO já não se encaixa aqui.

O que há ai, seria (eu disse SERIA) UMA IRREGULARIDADE JUNTO AO PODER CIVIL, mas nem isto há...

Por que não há?Vou mostrar por que:

A BIBLIA SAGRADA NOS ORDENA A "OBEDECER E RESPEITAR AS AUTORIDADES, TANTO CIVIS, QUANTO POLITICAS, MILITARES, E CLARO, AS RELIGIOSAS.

Não ir votar, por exemplo, é crime e é pecado, pois estamos desobedecendo a lei do voto obrigatório (A obrigatoriedade do voto popular. Constituição e Lei nº. 4.737, de 15 de julho de 1965.).

Quem não vota, comete pecado, Desobedece a biblia.

Portanto, temos de obedecer as autoridades, certo? Muito bem...

SÓ QUE EM NOSSO PAÍS, O BRASIL, NÃO EXISTE LEI ALGUMA DE OBRIGATORIEDADE DE REGISTRO CIVIL DE CASAMENTO,.

Isto mesmo que você leu: NÃO HÁ LEI ALGUMA DE QUE ALGUÉM SEJA OBRIGADO A 'CASAR" NO CIVIL.

Pode pesquisar qualquer livro de leis ou na internet, onde quiser;

O que ocorre, é que o REGISTRO CIVIL de casamento ou união entre duas pessoas, traz GARANTIAS de DIREITOS a ambas. mas DIREITOS não são DEVERES.

Por exemplo, o uso do sobrenome de um dos conjugues pelo outro,

Maior facilidade e garantia em em receber beneficios em caso de impedimento ou falecimento do outro. Etc.Mas nem por isto, É OBRIGATÓRIO pois não é LEI, E se não é LEI, não há pecado onde não há lei.

(SUGIRO A LEITURA DE MEU OUTRO ARTIGO MEU SOBRE ESTE ASSUNTO, PUBLICADO TAMBÉM AQUI NESTE BLOG, CLICANDO NO LINK ABAIXO: hhttp://bpmiltonrabayoli.blogspot.com/2014/11/a-biblia-e-o-casamento-civil-de-novo.html

Mas ai vem os SANTARRÕES, e detonam o casal que assume seu relacionamentoe decide estar dividindo a mesma casa. Os causam INDEVIDAMENTE COMO ADULTEROS, PROSITITUTOS E FORNICÁRIOS (e deviam estes acusadores serem é processados por isto).

Tiram do EXERCICIO de sia comunhão na igreja... se cantam, não cantarão mais, se pregam, não pregarão mais. Se ministram de alguma forma, não ministrarão mais.

São banidos da comunhão, como PECADORES. E o pior é que um monte de retardados espirituais passam até mesmo olhar estas pessoas como se elas fossem as maiores CRIMINOSAS do planeta.

Seus nomes passam a ser assunto em rodas de FOFOQUEIROS DESOCUPADOS, FALSOS MORALISTAS.

Mas, cantar e pregar não podem, ministrar não podem... Mas NINGUÉM PROÍBE ELES DE OFERTAR E DIZIMAR. NUNCA OUVI DIZER QUE UM LIDER DESTE AI, UM SANTARRÃO DESTE AI, PROIBIU ALGUEM DE DIZIMAR OU OFERTAR.

SE MINISTRAR NÃO PODE, PORQUE NA CABEÇA DESTES IGNORANTES, O CASAL ESTÁ "EM PECADO", SENDO QUE MEDIANTE O QUE ESCREVI ACIMA, VÊ-SE CLARAMENTE QUE NÃO HÁ PECADO, TEM DE PROIBIR ELES DE OFERTAR DIZIMAR TAMBÉM, PELO MESMO MOTIVO. PORQUE SE A ADORAÇÃO OU A MINISTRAÇÃO DA PESSOA É REJEITADA, A OFERTA E O DIZIMO TAMBÉM TEM DE SER.

MAS, A FALSA SANTIDADE DO SANTARRÃO, COMEÇA A CAIR POR TERRA É AI.

PECADO NÃO HÁ... MAS FALTA O RECONHECIMENTO CERIMONIAL:

EIS AI A FALTA DO CASAL QUE MORA JUNTO...

Em Israel, quando um homem e uma mulher queriam casar, eles tinham de passar pela cerimonia ministrada pelo sacerdote, perante todos.

Não havia registro em nenhuma especie de cartório...

Hoje, a igreja no Brasil, par quem não sabe, tem o poder de legalizar religiosamente a união entre duas pessoas, homem e mulher.

Atravéz de celebração religiosa e ceremonial do matrimonio, emitindo as atas, registrando tudo e declarando o casamento como religiosamente válido.

E pela propria constituição brasileira, que declara que o casamento religioso tem o mesmo efeito do civil.=, quando se observado certas prévias, que referem-se ao celebrante, e estando o novo casal, livre de qualquer embaraço anterior.

O que se deve fazer neste caso, não é condenar o casal ao abandono na congregação, ou ao ridiculo, ou puní-los.

O que deve ser feito é ajudá-los.

Apresentar a eles propostas para maior esclarecimento da situação.

Estender a mão aos mesmos.

Mas parece que é mais fácil condenar do que amparar e ajudar.

Eu sempre aconselho aos casais que se encontram assim que procurem resolver estas coisas... Aconselho que TAMBÉM registrem seu enlace junto aos cartorios, pois o que não é veneno, é doce.Ou seja, se traz mais beneficio, que o façam;

Porém, sem por neles o fardo da culpa que eles não tem, acusando de alguma impureza qualquer, pois não há impureza onde não há culpa ou crime.

E já que se falam de leis... alguém ai sabia que os registros de casamento civil são previstos na constituição como GRATUITOS?

Ou seja, cartório tem de fazer isto gratuitamente. Alguém ai já viu cartório fazer o registro civil de casamento de graça?.

kkkkkkkk

COMO CASAR NO CARTÓRIO DE GRAÇA? ACESSE AQUI E SABERÁ...

Postagens populares

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥