Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

09/03/2015

PASTOR DAS NEVES E OS SETE CRENTES ANÕES


O problema deste pastor é que ele vivia para agradar a seus liderados, procurava fazer a vontade de todos.



Certamente, você já deve ter ouvido falar sobre a história infantil da Branca de Neve e os Sete Anões. Porém, eu gostaria de falar sobre outra história, a do Pastor das Neves e os Sete Anões.

“Era uma vez, um querido pastor o qual era mais conhecido pelo seu sobrenome: "das Neves". Esse pastor presidia uma pequena igreja localizada no bairro de Vila Encantada, na terra de Nanicolândia, onde, alegremente, servia ao Senhor juntamente com os sete membros de sua "igrejinha".
O pastor das Neves se esquece que quem o arregimentou foi Deus e é a Ele que deve-se agradar, não a pessoas. O conceito de liderança é: O líder lidera, comanda; o liderado é comandado, ele obedece. Por isto, sempre acaba comendo a maçã do pecado e caindo nas garras da bruxa Morte Espiritual.
Se fosse para agradar a todos, não seria pastor e sim garçom, ou diácono, cuja função é servir a todos. Pois querendo agradar a todos, é como uma marionete nas mãos de seus manipuladores.
O pastor das Neves se deixava ser comandado pelos seus liderados, não sabia impor sua autoridade, e acabava passando a mão na cabeça de cada um. Não corrigia nem disciplinava.
Acontece que, além da igreja ser pequena, os seus sete membros também eram. Na verdade, assim como naquele famoso desenho, os membros dessa "igrejinha" eram sete anões. Seus nomes eram: Atchim, Dengoso, Dunga, Feliz, Mestre, Soneca e Zangado. Por incrível que pareça, semelhantemente aos seus homônimos do desenho animado, esses crentes anões davam muito trabalho para o pastor das Neves, tirando-o, inclusive, muitas vezes do sério.
Bem, como esses sete anões são "interdenominacionais", isto significa que, a qualquer hora dessas, eles podem começar a freqüentar a sua igreja também. Aliás, segue um "retrato falado" desses sete anões para que você possa detectá-los mais facilmente e, assim, tomar as devidas precauções contra eles:

ATCHIM - Esse crente anão vive dando desculpas para não comparecer aos cultos e aos eventos programados pela igreja. Via de regra, suas desculpas prediletas, para fazer jus ao seu nome, são: resfriado e gripe. Ele costuma dizer: "pastô, me desculpe por não ter ido ao culto do domingo passado porque eu peguei uma gripe daquelas!". O crente Atchim sempre arruma algum tipo de desculpa, por mais absurda que seja, a fim de justificar a sua ausência nos cultos e das atividades da igreja. Esse tipo de crente me faz pensar nos convidados da chamada "Parábola da Grande Ceia" (Lc 14.16-20), os quais, ao serem convidados para a festa, deram as desculpas mais imaginativas com o intuito de justificarem o seu não-comparecimento. Um dos convidados alegou o seguinte para não ir à festa: "comprei um campo, e preciso ir vê-lo" (v.18). Pergunto: Quem, em sã consciência, compraria um "terreno" sem vê-lo antes? Para ser franco, o fato é que quando não queremos participar de algum evento, nós sempre arranjamos algum tipo de desculpa. E o crente Atchim, particularmente, é perito nisso!
As doenças do crente Atchim costumam surgir mais ou menos meia hora antes dos horários dos cultos e atividades da igreja.

DENGOSO - Esse crente anão, como já sugere o seu nome, é cheio de "não-me-toques". Quando nasceu, ele deveria ter vindo ao mundo embrulhado numa caixa de papelão com a seguinte inscrição de advertência: "Cuidado, Frágil!". O crente Dengoso é cheio de dengos e frescuras. Seu "temperamento frágil" e a sua baixa auto-estima fazem com que ele se sinta ressentido e magoado por qualquer motivo. Por exemplo, se alguém não lhe cumprimentar com a "paz do Senhor", ele sai da igreja; se alguém corrigi-lo, ele sai da igreja; se ele receber alguma palavra "mais dura" do pastor, ele acha que é uma "indireta" para ele e, portanto, sai da igreja; se o nome dele não for lembrado nas atividades eclesiásticas, ele também sai da igreja. Enfim, tudo serve de pretexto para ele querer abandonar a igreja. Uma de suas frases preferidas é: "ninguém gosta de mim!". É o crente adepto do evangelho lite, chio de frases mágicas que resolvem todos os problemas. O crente lite diz que temos de “fazer a diferença” sendo passivos a tud oe  a todos.... tipo, concordar com o mundo...

DUNGA - Não o confunda com o atual técnico da seleção brasileira de futebol! Esse anão é conhecido no desenho animado principalmente pelas suas avantajadas orelhas. Já na igreja, as suas "duas antenas parabólicas" de alta potência, conseguem captar todo o tipo de informação. O crente Dunga, tal como um repórter, ama estar informado sobre todas as "novidades" que acontecem na vida dos irmãos e na comunidade em geral. Sob o pretexto de que irá "orar pelo problema do irmão", esse crente anão gosta de ficar inteirado sobre tudo, principalmente se houver pecado no meio da congregação. Sua frase principal é: "Por favor, conte-me tudo. Não me esconda nada! Pois eu tenho que saber de tudo para poder orar por você!". Porém, assim que a sua "conversa sigilosa" com a pessoa termina, ele trata de espalhar rapidamente a "notícia", para que a igreja toda também possa "orar sobre o assunto". Na verdade, o crente Dunga se preocupa mais com a vida alheia do que com a sua própria vida. Fofoqueiro, está sempre nas portas das casas dos outros com o objetivos de se informar a cerca das novidades da vida das pessoas.... Uma de suas frases mais célebres é: “eu não gosto de fofocas...” e com o avanço da tecnologia e o avanço das redes sociais, o crente Dunga está ali, conectado 24 horas, vigiando as postagens alheias e espalhando todas as novidades.... Se o pastor curtiu uma foto de uma amiga, ele já espalha que o pastor deu cantada na irmã...
O contraste é que no desenho, o anão Dunga não fala.... Na nossa comparação, o crente Dunga ele não fala aquilo que é útil, aquilo que edifica, sua conversa é somente sobre a vida alheia e o que não edifica... da bíblia ele nada sabe, mas da vida alheia ele esta muito bem informado...

FELIZ - No desenho, esse anão está sempre de bom humor. Na igreja, o crente anão Feliz é muito bajulador (para não usar aqui outro tipo de expressão). Ele, na verdade, gosta mesmo é de "rasgar seda" e de "jogar confetes" sobre a liderança. Tanto é que ele parece a "sombra" do pastor. Onde o pastor estiver, ali ele também está presente. O crente anão Feliz vive elogiando a liderança, pois, como é interesseiro, espera sempre poder receber alguma coisa em troca (por exemplo, uma oportunidade para pregar, para cantar, para ser líder de algum departamento etc).  Como bajulador, sempre bajula os grandes...  Puxa saco de celebridade de igreja... Não pode ver ume vento e alguém famoso, que lá vai ele correndo atráz com sua câmera, prontinha para a self do ano, e posta na rede social, a sua foto com o seu “amigo” ou amiga” famosa...  Mas se ir lá na celebridade e perguntar, a pessoa nem sequer sabe o nome do bajulador).
O crente Feliz também sempre idolatra o seu ego, é incapaz de demonstrar tristeza ou dor, mesmo que seje a base de fingimentos, ele quer sempre estar com sorriso nos outros, mas é para mostrar sua superioridade em tudo... As suas lutas sempre são maiores do que a dos outros, seu ministério sempre é o mais perseguido de todos, tudo dele é sempre mais do que o dos outros... Sua fé sempre é colocada como superior a de todos, assim como a  sua espiritualidade... Se ele vai no monte, ele bate no peito e se declara o irmão (ou irmã) que mais ora, paga preço, etc.
Sabe aquele “profeta” cuja profecia ou revelação tem de ser vista pelos outros como a mais “profunda” ou “espirituosa” de todos, pois foi o profeta Feliz quem falou.

MESTRE - Esse anão, no desenho, exerce uma espécie de liderança entre os demais anões. Já na igreja, esse tipo de crente anão gosta de estar em evidência em tudo quanto faz. Se o nome dele aparece em destaque, por exemplo, no "quadro de avisos", ele fica todo "prosa". Como ele possui um dom de liderança nato, acaba, muitas vezes, se achando a "última bolachinha do pacote". O importante para o crente Mestre é liderar, ainda que ele seja o "chefe dos guardadores de carro" da igreja. Este crente também é o crente sabe tudo, aquele que quer toma conta de tudo, e se põe sempre” a disposição para tudo, desde que seja na liderança.... Está sempre cheio de palpites, mesmo daquilo que ele desconhece... Sabe aquele cara que quer sempre ter razão? Então, este é o crente Mestre...
Ele chega na igreja, mesmo que seja uma igreja onde ele esteja como visitante, e ele quer mandar, falar, opinar, quer ser o dono da razão, e claro, o centro das atenções. Suas pregações, seus louvores, tudo dele também tem de ser visto como melhor e mais sábio.
O crente Mestre não sabe ser discípulo, mas ele diz saber ser DISCIPULADOR. ||||||||||O crente Mestre não se deixa liderar, as aonde ele chega ele quer logo dar um jeito de assumir o comando, nem que para isto ele tenha de atropelar alguém, pois segundo ele, tem chamado de liderança, seu versículo bíblico preferido é o de Deuteronomio 28: 15, onde ele lê desta forma: “tu não serás cauda, mas serás cabeça...” (Só que lá esta escrito assim: Tu não seráms MAIS cauda e sim cabeça... Ou seja, a quem é dado esta promessa é alguém que até ali foi cauda, ou seja, foi liderado, esteve debaixo de autoridade, e agora vais er uma autoridade também, agora vai liderar... o que nos dá a conclusão que o crente Mestre ignora que um líder só será eficiente em sua liderança se ele for aprovado como liderado. Para ser bom líder é preciso tirar diploma de bom liderado! Tem de ser servo, e tem de ser BOM SERVO!”)

SONECA - Esse crente anão, tal como no desenho, é muito fácil de ser identificado. De três em três minutos ele vive abrindo a boca durante o culto, e não é para glorificar a Deus, não, mas para bocejar! Esse tipo de crente anão costuma dormir geralmente durante o momento da mensagem (quer ela esteja boa, quer esteja chata). Aliás, o "dom" preferido do crente Soneca é o "dom de línguas". Ele abre a boca durante o culto e começa a "orar" (roncar): Rrrrronnn! Rrrrronnn! Não é à toa que alguns destes crentes chegam até a dizer depois que viram anjos no culto. O sujeito dormiu tanto que até sonhou, e depois ainda diz que teve uma "visão" com anjos!
São os desligados da igreja, aqueles que estão desapercebidos, desatentos ao que acontece no mundo espiritual. É o crente desatento, não sabe nem qual foi a mensagem pregada no culto do dia anterior, não viu o visitantes que estavam ali, e nem sabia que o irmão Sicrano tinha sido separado a diácono... è exatamente o oposto, mas nem por isto menos negativo do crente Dunga. Nunca sabe dos eventos especiais, nunca sabe de nada vezes nada relacionado a igreja...
Dorme o sono da indolência e portanto, perde as ricas bênçãos de Deus... è do estilo RETARDADO, BOBÃO, mas na verdade, é um preguiçoso  de alma e espirito, alguém que quer tudo de mão beijada, não se esforça para nada.

ZANGADO - Finalmente, o último dos anões do Pastor das Neves é o crente anão Zangado. Para esse anão, tudo no culto o irrita. Se o culto começar 1 minuto atrasado, isso o irrita. Se a letra do hino projetada no telão estiver com algum erro de português, isso o deixa nervoso. Se o pastor se estender um pouco mais no sermão, isso o tira do sério (porque ele não consegue chegar em casa a tempo de poder assistir ao programa do "Fantástico"). E se o pregador disser durante o culto: "sorria para o irmão que está ao seu lado", isso para ele é a "morte"! Aliás, quando você o cumprimenta, dizendo: "bom dia, irmão!", ele faz aquela cara de "poucos amigos" e ainda responde: "só se for 'bom dia' pra você, porque o meu dia hoje está péssimo!".
Este irmão (e irmã também) é do tipo BARAQUEIRO, adora fazer um barraco, mesmo que seja na hora do culto, na igreja. As coisas com ele ou ela  sempre são na base da porrada mesmo, com ele não tem conversa, se a irmã fofocar dela, ela vai lá e planta a mão na cara da irmã; se a outra irmã curtir a foto do marido da irmã Zangada na rede social, a irmã Zangada já troca os apelidos da irmã... de amada passa a ser prostituta e vagabunda...
Os filhos dos irmãos Zangados podem bagunçar na igreja, podem fazer barulho na hora do culto, podem até brincar de pique esconde no púlpito, enquanto o pregador está ministrando, mas se alguém obreiro ou mesmo o pastor chamar a atenção da criança mal educada, ai o tempo fecha e os pais Zangados são capazes de trucidar o obreiro que zelou pela ordem do culto.
O irmão Zangado anda parecendo que comeu fel com jiló antes de ir par ao culto... não sorri ,e nem ´simpático para com ninguém...
E se perguntar, ele é o primeiro a testificar que vai para o céu, pois para isto, ele esta lutando pois o céu é tomado a força.
Na verdade, o irmão Zangado devia se chamar irmão ou irmã Hulk...


Bem, eu não sei se alguns desses anões também podem ser encontrados na sua igreja, mas de uma coisa eu estou bem certo: Deus pode transformar toda essa gente de Nanicolândia em verdadeiros gigantes espirituais, proporcionando, assim, um verdadeiro final feliz à sua história denominacional! Basta orar e acreditar nisso!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥