Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

28/02/2012

Ensinando a Bíblia: A àgua a luz da Palavra de Deus

PARTE UM - Simbolismo da água na Biblia
Sendo a água indispensável para a vida dos homens (Ex 23,25), animais (Gn 24,11-20) e plantas (1Rs 18,41-45), é vista como um dom salvífico de Deus. Ele a concede abundante aos que deseja salvar (Ex 17,5s; Is 12,5). Mas ela lhe serve também de instrumento de punição para os inimigos, como no dilúvio (Gn 6-8) e no êxodo (Ex 14-15).

 Usada na limpeza física, a água serve também na purificação cultual (Ex 30,17s; Lv 16,4.24) e ritual (Nm 19,11-22). Para os tempos escatológicos Deus promete derramar sobre o povo águas purificadoras, acompanhadas de seu Espírito (Ex 36,25-27;Is...44,3;..Zc13,1s).

 No NT João Batista se serve da água para o seu batismo de penitência (Mc 1,8-11). O batismo cristão é fonte de regeneração e renovação do Espírito Santo (Tt 3,5). Os que a ele se submetem são purificados de seus pecados e recebem o Espírito Santo (At 2,38; 1Cor 10,1s). Cristo promete fazer jorrar a água viva de seu Espírito para os que nele crêem.

PARTE 2 - Água para a vida

A Bíblia faz mais de 300 referências sobre a água e outras 80 sobre a chuva.

Qual é o primeiro versículo que vem à sua mente quando você pensa sobre a água?
A Bíblia fala sobre a água de muitas maneiras diferentes, usando-a como um símbolo de destruição (Gênesis 6-9),
purificação (Êxodo 30:18),
bênção (Jeremias 17:8) e
necessidade espiritual (Salmos 42).

Leia Deuteronômio 28:12 e Salmos 65:9

O que a Bíblia está dizendo sobre a nossa necessidade de ter água? 
O que ela diz sobre a provisão de Deus para com as nossas necessidades espirituais?
Nos primeiros capítulos de Levítico, lemos sobre muitos rituais que eram usados para trazer limpeza (Levítico 16:4,24 e Levítico 17:15).

Leia Salmos 24:3-4 e reflita sobre a nossa necessidade de limpeza espiritual. O sacrifício de Jesus dá-nos as condições para sermos limpos espiritualmente. 

Nós estamos sendo cuidadosos em manter os nossos corpos espirituais limpos?
Leia Isaías 41:17 e reflita sobre as promessas de Deus para nós.

O que podemos fazer em nossas comunidades para que os pobres e os necessitados possam receber a dádiva divina da água?
Ore e reflita sobre como Deus supre a água que necessitamos e o seu significado simbólico.
 
Água como símbolo da bênção
Na Bíblia, a água é usada como um símbolo para mostrar vários aspectos diferentes do poder de Deus. Ela pode ser usada como um símbolo de pureza, assim como nas limpezas cerimoniais do sistema sacrifical do Velho Testamento (Êxodo 30:18-21).
Ela pode ser usada como um símbolo de destruição, assim como o dilúvio (Gênesis 6-9:17).
Mas o símbolo mais comum da água é o da bênção.
Uma das muitas passagens da Bíblia que usa a água para simbolizar a bênção é Isaías 35. Uma grande parte do livro de Isaías diz respeito às profecias de Isaías quanto ao julgamento de Deus sobre os pecados do povo. Mas este capítulo vai adiante e considera as promessas gloriosas de Deus para aqueles que confiam nele. Leia Isaías 35:1-7


Por que o deserto de repente se alegrou? 
Quais foram os sinais desta alegria – no deserto e na vida daqueles que crêem? Leia Isaías 35:8-10
O alto caminho é o caminho divino para nós – o caminho que leva à vida eterna. Lembre-se de que Isaías escreveu esta profecia centenas de anos antes da vinda de Cristo.

Que sinais há, em sua vida, da alegria de confiar em Deus?
Ore para que, assim como o deserto produziu correntes e nascentes de água devido à presença de Deus, nós também sejamos cheios da alegria de crer e confiar em Deus.
 
Saneamento - Leia Deuteronômio 23:12-14

Há muito pouco ensinamento na Bíblia sobre saneamento além destes versículos. Os israelitas receberam instruções claras milhares de anos atrás. Entretanto, uma quantidade enorme de pessoas ainda não possuem acesso ao bom saneamento
Que responsabilidade temos em assegurar que todos tenham um saneamento adequado hoje em dia? O versículo 14 fala de como esta ordem foi dada para manter o arraial santo, mas a prática também o teria mantido saudável. Deus estava ciente da necessidade de um bom saneamento muito antes que as pessoas compreendessem as doenças causadas pelo mau saneamento. A limpeza física está ligada à santidade moral.

Nossas práticas sanitárias e nossa higiene pessoal mostram que nos preocupamos com nossa saúde e a saúde de nossas famílias?
A maneira como vivemos faz com que os outros sofram doenças devido à falta de higiene em nossos lares e em torno deles? 

O ensino bíblico sobre a higiene
O ensino bíblico principal sobre a limpeza física aparece em Levítico, capítulos 11-15. Algumas das regras podem parecer estranhas e difíceis para nós. Entretanto, o nosso conhecimento moderno de como muitas doenças são transmitidas nos mostra que essas regras são bem sensatas.
Leia Levítico 11:32-40, 13:29-59 e 15:1-15

A necessidade de isolamento e lavagem para evitar a propagação de infecções é freqüentemente enfatizada. Mesmo hoje em dia, pode ser difícil distinguir entre os vários tipos de infecções. A boa higiene é muito importante para evitar a propagação de infecções. A transmissão de doenças como a AIDS (SIDA) e a hepatite através do sangue e outros fluidos do corpo, mostram claramente que precisamos tomar cuidado.

Leia Romanos 12:1
Paulo insiste em que apresentemos os nossos corpos como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus.

Que tipo de corpo estamos oferecendo ao vivermos para Ele? Nem sempre podemos evitar as doenças, mas estamos fazendo o melhor uso dos nossos recursos, tanto fisicamente como espiritualmente?
Estamos colocando as outras pessoas em risco por causa da nossa má higiene? Esta é uma atitude cristã (Filipenses 2:4)?Leia Mateus 23:25-28
Jesus criticou os fariseus por serem limpos por fora, mas impuros por dentro. Ele lhes disse que fossem limpos de dentro para fora.

Jesus diria algo diferente para nós nos dias de hoje?

TRANSCRITO

14/02/2012

Assembléia de Deus... ou dos homens?

Os missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren certamente não não tinham noção do tamanho que a denominação por eles fundadas aqui no Brasil se tornaria a maior denominação evangélica brasileira... Que a sua obra se estenderia a todos os cantos da país... Que milhões conheceriam a Palavra de Deus por meio dela...
Sim, a Assembléia de Deus, em pouco mais de cem anos, se tornou a maior denominação evangélica pentecostal brasileira, e se estenderia por todos os cantos e redutos do país... E por muitos outros também. Tanto nas grandes metrópoles quanto na mais afastada zona rural, ali se encontra uma Assembléia de Deus, seja num sofisticado prédio ou num barraco de tábuas.
São incontáveis os templos, as congregações desta denominação dita pentecostal. Os números são impressionantes...
Porém... me pergunto: terá sido esse crescimento surpreendente totalmente positivo para a denominação?
Se olharmos pelo ponto de vista histórico e humano sim, foi excelente, pois a Assembléia de Deus tem a sua marca na história mundial. Nenhuma outra denominação cresceu tanto, e nem influenciou tanto a cultura de um país quanto ela e eu ainda vou mais além: muitas outras denominações conhecidas também vieram de dentro da Assembléia de Deus. Hoje temos tantos assembléianos no Brasil que poderíamos eleger um presidente...
Por exemplo, a denominação conhecida por Igreja o Brasil para Cristo, fundada pelo pastor Manuel de Mello, é uma filha da Assembléia, pois o seu fundador era um ministro assembleiano... E desta denominação veio outra, a Deus é Amor, do Missionário David Miranda, cujo o tamanho também é estrondoso. E da Deus é Amor já saíram tantas e tantas... e pela sua liturgia doutrinária entende-se que A Assembléia de Deus tem sua participação dentro de quase todas as denominações evangélicas conhecidas.
Eu diria assim: “todas as denominações ditas pentecostais tem muito a ver com a Assembléia de Deus...”
Hoje a Assembléia de Deus tem sua própria coletânea de hinos, a famosíssima Harpa Cristã. Tem sua conhecidíssima revista da Escola Bíblica Dominical. Tem varias entidades de ensino teológico, entre outros.
Enfim...
A Assembléia de Deus está ai...mas a questão que fica é:
O seu título sugere que a denominação é propriedade de Deus. Mas será que ela realmente é propriedade de Deus? Será que Deus tem a posse total dessa denominação?
Alguém para ter posse total sobre alguma coisa tem de ter domínio total e absoluto sobre esta coisa...
E ai que está o início do problema...
Será que Deus ainda tem o controle absoluto na sua dita Assembléia?
Bom, considerando certos líderes que vemos por ai e considerando certas administrações, eu questiono muito o governo de Deus dentro desta denominação, que é a denominação que eu defendo com unhas e dentes. Mas nem por isso vou me calar diante de certas coisas.. ao contrario, sei que aborrecerei a muitos com o que estou a escrever, mas eu tenho de dizer... tenho de  por a boca no trombone.
O que me chama a atenção na Igreja do primeiro século, a igreja primitiva, é o domínio absoluto da Trindade em sua organização e liturgia. Nenhuma decisão era tomada sem que Deus fosse consultado. Até a separação de  diáconos era administrada pelo Espirito Santo, que tinha total liberdade para falar e decidir dentro da obra de Deus, sendo por imediato acatado e obedecido.
A prioridade da Igreja era fazer a vontade de Deus, e anunciar a salvação em Cristo Jesus, apregoando o Evangelho das boas novas.
Lá não existiam convenções para se decidir isso ou aquilo... Lá tinha o domínio total era do Espirito Santo sobre a igreja e sobre o ministério. Os líderes eram homens espirituais, idôneos sim, e cheios da unção de Deus. Os cultos (que eram chamados de reuniões) visavam a adoração a Deus e ensino da Palavra, e não a apresentações e mais apresentações de cantores e preletores cheios de sabedoria humana mas sem unção do Espirito.
Era o Espirito Santo quem decidia quem cantava, quem pregava...
Na Igreja Primitiva o crente famoso era aquele que tinha bom testemunho e cheio do Espirito Santo de Deus...
Era o Espirito Santo quem dizia para onde iria este ou aquele servo de Deus para fazer obra também pelo Espirito Santo determinada.
Lá na igreja primitiva, quando alguém era separado para o ministério, o que era levado em conta era a vontade expressa de Deus sobre aquele individuo, e não o seu parentesco com algum outro obreiro, ou o tamanho de seu dizimo, ou mesmo a quantidade de diplomas que ele tinha. O que pesava na separação para o ministério era a vontade de Deus revelada pelo Espirito.
Entoavam-se louvores ali sem acompanhamento de plays-backs sem vida... Mas os louvores eram cheio de  unção e poder de Deus, que podia manifestar a sua presença da forma que quisesse e ninguém iria tocar aquela campainha que hoje se encontra em cima dos chamados púlpitos, onde os “ministros”, que antes eram chamados de servos ficam empoleirados como se fosse um bando de urubus a espera de carniça.
Os enfermos que chegassem no templo tinham certeza de que voltariam curados para a casa... e as vezes nem precisavam entrar no templo, na porta mesmo já eram curados.
Ali na igreja primitiva, quando um cristão se encontrava em necessidade de alguma coisa, além dos outros cristãos que se compadeciam e ajudavam com amor aos necessitados não precisava ninguém tirar oferta para ajudar irmão fulano... a própria igreja em sua “casa do tesouro” já tinha o suficiente para ajudar a todos...
Ali, na igreja primitiva, quando algum cristão também entrava em alguma provação de qualquer natureza, os cristãos tinham prazer em reunir-se para adorar a Deus e interceder em socorro da qual pessoa... (Isso acontece hoje?) Hoje quem passa por provações praticamente tem de passar escondido, não pode mais declarar na igreja que esta passando provas, pois existem ali os miseráveis descendentes espirituais de Judas Iscariotes que vão detonar o cidadão, até mesmo falando quer a prova é castigo de Deus na vida do infeliz.
Na igreja primitiva, quando algum individuo era pego em alguma falta, este sofria ali penalidades impostas pela igreja a fim de corrigir... Hoje, quando alguém é pego em alguma falta, primeiro se avalia as amizades ou parentesco da pessoa com alguma outra pessoa de influencia. Também é avaliado o tamanho da cifra dos dízimos e ofertas que a pessoa pode oferecer. E ai decidem se vão aplicar alguma “pena alternativa” ou se vão excomungar o pobre coitado, ou se vão abafar o caso.
Sei de lideres ai que assediam seus funcionários, e o caso fica tão abafado quem nem a esposa traída fica sabendo, e as vezes até gente da própria parentela ajuda a “abafar” o caso do sem vergonha do líder “para não escandalizar”,  que por sua vez bate no peito e se diz “inocente” das acusações que o Diabo levantou contra ele... Pobre coitado do Diabo... Muitas vezes é caluniado por coisa que ele não tem nada a  ver...
Na igreja primitiva, rebelião era como o pecado da feitiçaria, algo totalmente desaprovado tanto por Deus quanto pelos outros cristãos... Hoje o que mais vemos dentro da denominação Assembleia de Deus são as divisões que fazem da denominação gigantesca que é a denominação mais subdividida que existe, e por tanto, a denominação mais enfraquecida em si mesmo, apesar do enorme número de fiéis, templos, ministros, que nela tem.
O camarada esta dentro do ministério, mas é invejoso, frio, mal caráter, traidor, e esta ali, comendo pelas beiradas, igualmente um Judas Iscariotes, esperando o momento certo de “oficializar” a sua rebelião. Ele se passa por bom, verdadeira mas cara de falsa piedade, demonstra ser muito espirituoso, e foca o dia inteiro em sua campanha arregimentando outros canalhas que o seguirão na rebelião. Este traste deveria conhecer a historia de Lúcifer, querubim ungido da guarda celestial, ministro de musica, que governava sobre os demais seres angelicais.  Ele assistia diretamente diante do trono de Deus. Mas seu coração era violento,. Ambicioso.. queria ser mais do que Deus... Seu interior se encheu de fúria, ele se corrompeu e se tornou Satanás... ele achava que Deus não sabia de sua intenção.. o fato de Deus estar em silencio , observando tudo sem fazer nada não significava quer Deus não tinha conhecimento da situação. Eu imagino Deus dando corda para Lúcifer, o deixando fazer aquilo que Isaias chama de “comércio “, arregimentando assim uma terça parte dos anjos de Deus. Só que sabemos que na hora “X”  de Deus, Satanás foi desmascarado, havendo uma peleja no céu, e sendo Satanás expulso de lá, e junto com ele os anjos que o seguiram... foram lançados por terra e para estes não existe perdão.
Nicolau, um dos diáconos escolhidos pelo povo para servir, serviu muito tempo dentro da Igreja. Estava no meio dos cristãos mas nunca foi um deles. Por volta do ano 68 da era cristã este diácono começa a querer introduzir dentro da igreja as suas crenças, chamadas em Apocalipse de “doutrinas dos nicolaítas”.
Que doutrinas eram estas? A principal delas afetava o ministério cristão.. era a  hierarquia ministerial, onde o ministério da igreja seria galgado como uma escada hierática, onde o camarada seria promovido de acordo com seus esforços. O dom ministerial deixa d e ser dom e se tornaria premiação por mérito do cidadão. (Não é exatamente isso que vemos nos ministérios de hoje?)
Mas assim como Lúcifer fora combatido no céu em sua rebelião, os nicolaítas foram combatidos e rejeitados pela igreja primitiva...
Assim, vemos que a igreja primitiva desapoiava e não tolerava nenhuma  forma de rebelião.
Hoje, as traições ministeriais são tão comuns, e não pensem que é desapoiada pelos crentes não. Ao contrario, são incentivadas e apoiadas, e é fácil arregimentar canalhas para essa pratica. Basta o chefe da canalhice posar de santarrão, home de Deus, etc e tal. Só que na hora de se estrebucharem, Deus não terá piedade de nenhum  d eles.
Os cultos na igreja primitiva eram direcionados pelo Espirito... hoje é dito hipocritamente que o Espirito Santo da direção a ordem e culto, mas o que se ve são pessoas manipulando as oportunidades, escolhendo quem ala ou quem canta, e até mesmo o que deve ser falado ou não.
Os líderes querem estar em seus poleiros que eles chamam de "púlpitos" como um Buda, sentados em seus tronos, dando ordens e mais ordens. Se dizem ser servos, mas na verdade agem como senhores que querem ser servidos.
Na igreja primitiva os servos agraciados como ministro eram escolhidos pelo Espirito Santo, mas sua vida era pesquisada antes... Eram excelentes maridos... E não um reles ditador dentro de  casa, que impõe suas vontades mesquinhas a força, que quer ter uma escrava a sua disposição ao invés de esposa. Que se acha o dono do mundo, e pensa que suas maldades cometidas no interior de sua casa esta encoberta de todos, mas tem um que sabe e pode por tudo para fora a hora que bem entender.
O que movia os cristãos na igreja primitiva era o amor genuinamente verdadeiro, e não a hipocrisia deslavada e falso moralismo. Ninguém ali se aproveitava de situação embaraçosa de quem quer que seja par ase dar bem, mas tentava ajudar com amor fraternal.
Os servos daquela igreja maravilhosa eram dados a falar a verdade acima de tudo, enquanto hoje a mentira reina ate mesmo em ciam dos púlpitos.
Enfim,...
Assim hoje eu pergunto: por que a Assembleia de Deus se intitula de Igreja Primitiva e ela já perdeu toda característica de igreja a muito tempo?
Por que ainda se mantem esses lideres ditadores no poder, que massacram o povo e os manipula achando que estão lidando com retardados sem sentimento ou inteligência para perceber oq eu realmente acontece?
Por que a Assembleia de Deus ostenta a bandeira de igreja amorosa se o amor ao próximo já sumiu de lá a muito tempo?
Ate quando estes sujeitinhos que administram a Assembleia de Deus acham que vão, agindo dessa forma?
Será que eles se esquecem dos olhos e Deus que a  tudo e  a todos enxerga?
Será que estes  Golias que estão lá nos púlpitos não pensam que a hora deles caírem esta chegando?
Uma palavra profética aqui:
Deus vai arrebentar essa corrente maligna e corrupta que esta no poder da denominação que deveria ser o retrato do céus aqui na terra. A justiça de Deus vai limpar os púlpitos e esses nicolaítas vão perecer na lama, onde é o lugar deles... O Golias vai cair em terra, perderá seu castiçal que será dado a outro... vai morrer como Herodes, comido de bichos em carne viva... Deus vai reivindicar seu poder de autoridade dentro das Assembleias de Deus.. A obra santa voltará a viver seus dias de glórias sem estes homens gananciosos, presunçosos em seu poder. O fraco se tornará forte e o que se acha forte comera o pó da terra.
O tempo de limpeza chegou e  daqui para frente serão escândalos sobre escândalos, pois Deus vai limpar a obra que um dia ele atribuiu a homens piedosos como Berg.
A corrupção, o nazismo espiritual e ministerial esta com seus dias contados... a ditadura esta prestes a ruir...e como Lucífer  fora expulso dos céus, O algoz do Diabo também será expulso de seu lugar e um servo fiel será levantado pelo próprio Deus e posto sem eu lugar.
O intocável será tocado pelo dedo de Jeová...
Lideres assembleianos e não assembléianos também:
Voltem ao primeiro amor... nãos e deixem levar pela sede ao poder... nãos e corrompam.. não sigam a nenhum Nicolau do século 21. Sejam fieis com quem é fiel com cada um de vocês... entreguem seus ministérios de volta ao Espirito Santo de Deus para que vocês possam voltar a serem guiados por Ele ( isso se algum dia já foram).
Lembrem-se que há um Deus nos céus e um dia cada um de vocês estará perante Ele...
A questão é:
Esse encontro será no julgamento das obras, nas nuvens, onde cada um receberá seu galardão, ou será no Juízo Final, onde cada um ouvirá a sentença: “apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, pois eu nunca vos conheci”?
Só quero lembrar que a  carteira da convenção não vai ajudar você em nada diante do Senhor, pois para Deus sua carteira é menos do que nada...
Mas eu louvo a Deus pois ainda existe o remanescente fiél a Deus, que ainda não perderam a verdadeira visão do Reino de Deus e nãos e deixam levar por ventos de homens... Agradar a Deus é a sua prioridade..
Termino com a transcrição de Deuteronômio 30.19: “Diante de ti ponho o caminho da benção e da maldição, da vida e da morte...” A escolha é sua!


_______________________________________________________
Ah, se eu pudesse dar nomes aos bois...

12/02/2012

As fases da vida

A vida humana é marcada por fases...
Infância, adolescência, juventude, enfim...
Na vida cristã também temos uma infinidades de fases... Fases que causam mudanças... e sempre cada fase que passamos é marcada por tempos difíceis, que eu vou chamar aqui de desertos..
Nestas crescemos e aprendemos muitas coisas... principalmente a corrigir nossos erros e a sermos pessoas melhores.
Algumas sequelas destas fases nós carregamos a vida inteira... são com o marcas que nos lembrará das lições aprendidas.
Moisés cresceu na corte egípcia, estou nas melhores faculdades do Faraó, e conhecia a fundo as ciências egípcias. Mas foi durante 40 anos no deserto que ele aprendeu a ser o líder que foi. Aprendeu a confiar em Deus e agir segundo a direção do Senhor.
E Davi passou muito  tempo fugindo e Saul e aprendendo também a se refugiar em Deus e ser homem segundo o coração do Senhor.
O apóstolo Paulo de perseguidor passou a ser perseguido, e assim sabia muito bem a sofrer pela causa do Evangelho.
Todos nós temos fases em nossas vidas... e nestas fases crescemos... ou afundamos.
Buscar a Deus e pedir que nos ensine a vencer tais fases e nos ensine a reconhecer as lições que precisamos é fundamental. Somente assim conseguiremos superar as dificuldades que cada fase nos traz.
Olhe para si e observe suas atitudes... reconheça suas falhas e fraquezas, confesse a Deus a sua dependência dele para mudar e vencer.
Humilhe-se debaixo das potentes mãos de Deus e você verá o que Deus vai fazer.
Ele te ensinará a mudar sua vida...
Você aprenderá a crer no sobrenatural e Deus...
Os sinais  se tornarão visíveis... Cristão tem de  ter uma vida cristã marcada por sinais... primeiro, você tem de ver a glória de Deus em sua própria vida, e segundo, as pessoas, principalmente os seus inimigos, os seus perseguidores, tem de  ver a glória de Deus em você. É claro que a glória de Deus na sua vida não impedirá que os perseguidores te persigam e apredejem (ao contrário, a inveja deles aumentará e com isso as pedradas aumentarão)... mas você em nada será atingido! Mil caem ao teu lado, dez mil a  tua direita e você jamais será atingido!
Mas a presença de Deus na sua vida lhe trará a certeza de que você é uma pessoa destinada a vencer, e nada e nem ninguém impedirá deus agir em sua vida.
Você terá forças para ficar em silêncio quando e perseguirem, e o mais importante: você saberá que Deus vai fazer justiça por você, desmascarando os seus perseguidores. Eles se confundirão entre sí, e a armadilha que aramaram para ti servirá para eles mesmos.
E você crescerá na presença de Deus e sua vida na obra será progressiva e bem sucedida.  Você terá bênçãos e  vida bem sucedida enquanto seus adversários perdem tempo te perseguindo até o dia em que a própria terra os engula.
Apenas creia no magnifico poder de Deus e veja as fases de sua vida como degraus de um crescimento progressivo na sua fé e personalidade... Veja os desertos da vida como oportunidade de conhecer Deus de uma forma mais intima. 
Eu vejo uma nova fase chegando em minha vida... e nesta fase vereia  glória de Deus de uma forma diferente na minah vida...

07/02/2012

COMUNICADO E ALERTA!!!!

Meus queridos...
Adicionar legenda

Hoje vim aqui, contrariando alguns que querem me ver no chão, anunciar a vcs que já está dispnivell em PDF o módulo 1 da Escola de Obreiros, cujo o tema é O OBREIRO APROVADO POR DEUS.

(basta solicitar por email) O endereço é: m.fd.mr@hotmail.com

o módulo de subdivide em tres partes:

parte 1 - Caracteristicas qued evem ser adotadas;

parte 2 - Conselhos de Paulo à  Timoteo; 

parte 3 - 11 Caracteristicas valiosas do obreiro aprovado.

O estudo em si é uma benção, e será ministrado em igrejas em CARÁTER GRATUITO. ou seja, NÃOS ERÁ COBRADA TAXAS ABUSIVAS para se ensinar a Palavra de Deus.

Como sabemos, temos ai um bando DE BANDIDOS que criam suas mafias denominadas como CONVENÇÕES, CONSELHOS, ORDENS...tem até algumas que se taxam de FEDERAÇÕES (seus fundadores nems equer sabem o significado de FEDERAÇÂO), e junto com elas vem os tais SEMINÁRIOS  e FACULDADES de Teologia.

O problema que em sua maioria estas ENTIDADES não devem ser levadas a serio, pois são na verdade, meios de vida que alguns VAGABUNDOS criam para ganhar dinheiro em cia de gente humilde e de boa fé que entram nestas coisas achando que estão a fazer a vontade de Deus.

(outro dia recebi um scrapp de uma delas no Facebook e no Orkut anunciando uma PROMOÇÃO "INCRÍVEL"... o camarada pagava quase dois mil reais em um curso "rápido" de teologia, nível bacharel, e já recebia via email todoso os módulos do curso, as provas, e imediatamente também o DIPLOMA. (ISSO NÃO É INCRIVERL?)

E a promoção não parava por ai não... INTEIRAMENTE GRATIZ (pasmem!) o camarada também receberia a sua consagração via "ONLINE" ao ministério escolhido pelo "aluno" sendo apenas que ele deveria pagar mais uns cem reais pela credencial e diploma de ordenação.

Caramba...Isso não é piada não.. é sério... Um bandode pirateiros da igreja vendendo cursos falsos e sem valor de reconhecimento e ainda brindando qualquer um com consagrações ONLINE.

Já que hoje se faz sexo virtual, uma consagração "virtual" ao ministério não é tão problemática assim.;..

E SABE O  PIOR? tEM MUITOS OTÁRIOS DE IGREJA CAINDO NESSA...

Gente, cuidado! Deus não se deixa escarnecer e nem que escarneçam a sua obra...
Ele vai puxar o tapete dessa cambada de ladões ai...

e quem tiver em cima do tapete com eles vai cair...

vc que almeja o ministério, excelente obra almeja, mas não caia nesses laços do Diabo, pois isso trancará de vez seu ministerio... nao precisa correr atraz de consagrações deste tipo não... As igrejas que são sérias não recon hecem tal tipo de ordenação e voce perderá toda e qualqeur chance de ser levantado como obreiro...ou obreira!

E quanto aos cursos de teologia, sim,. faça.. existem excelente escolas hoje como aulas virtuais, online... voce pode estudar pela internet sim,... mas fuja destes ladrões e mentirosos que vendem cursos falsificados para as pessoas... pesquise a integridade da escola ou entidade de ensino, pesquise a integridade do seu reitor, busque saber que tipo de evangelho vivem, se são membros de igrejas serias... e pode pesquisar junto ao MEC  o reconhecimento da entidade que se diz reconhecida pelo ministerio da educação e cultura.

o nosso curso\estudo ESCOLA DE OBREIROS não vem apra concorrer com ninguém,, pois não temos objetivos lucrativos. Os cursos são GRATUITOS, porém serão ministrados nas igrejas sob a supervisão do PASTOR LOCAL. É ele quem consagrará quem ele quiser ao ministério que ele quiser... nós não opinamos e nem nos metemos em tal assunto.. apanas compartilhamos o estudo visando a grandeza do reino de Deus e o enriquecimento da igreja local.
Pois apra isso somos chamados: para ajudar aos que necessitamd e ajuda ministerial e biblica.

Assim, estamos aqui a disposição de quem quiser nos contactar... 

DESDE JÁ GRATO...

APÓSTOLO MILTON RABAYOLI
levantado por Deus e não por homens...
Por Deus sustentado e por homens apedrejado!

Mas sempre em pé, pela misericórdia de Deus!

reflexão: NÃO TENHO TEMPO...

TEMPO PRA ISSO; TEMPO PARA AQUILO;

NÃO POSSO PERDER TEMPO;

NÃO TENHO TEMPO;

O TEMPO NÃO PÁRA;

O MEU TEMPO É CURTO.

TEMPO; TEMPO; TEMPO.

O TEMPO DE DEUS NÃO SE RESUME EM ANO, MESES, DIAS, HORAS E MINUTOS, MAS NO OPERAR DA SUA SOBERANA VONTADE. ELE QUER, ENTÃO É TEMPO.

ENTÃO NÃO PERCA TEMPO, PORQUE É TEMPO, DO TEMPO SABER QUE É TEMPO, DO TEMPO DO SENHOR DO TEMPO, FAZER COM QUE O SEU TEMPO SEJA NESTE TEMPO.
(NÃO TER TEMPO PARA DEUS, É VIVER PERDENDO TEMPO )



(Pr. José S. Filho)

Escola de Obreiros - O OBREIRO APROVADO DE DEUS


Estudo Textual: 2 Timóteo 2:1-26

Parte 1
Características que devem ser adotadas
Tendo encorajado Timóteo a continuar no seu serviço valiosode evangelista (veja 2 Timóteo 1:6-8,13-14), Paulo agora o exorta a encarar os sofrimentos deste trabalho, desenvolvendo as seguintes características do ministro fiel:
Mestre da palavra (2:1-2). Em sofrimento, o servo de Deus deve procurar força na graça de Deus, e não em sua própria capacidade ou sabedoria (2:1; veja Hebreus 12:28; Tito 2:11-14; 2 Coríntios 12:7-10). Assim fortificado, é necessário que o servo ensine a palavra da graça de Cristo para outros (2:2; veja Atos 20:32). Nisto notemos duas coisas importantíssimas:
·         É a vontade de Deus que a mesma palavra se passe de uma geração para outra. Paulo disse, "o que da minha parte ouviste...isso mesmo transmite a homens...para instruir a outros" (2:2). Deus não quer que novas gerações ensinem coisas novas (veja Gálatas 1:8).
·         O que é preciso em quem vai ensinar a palavra é fidelidade, e não eloqüência ou sabedoria própria (veja 1 Coríntios 4:1-2). Quem se fortifica na graça de Deus e não no orgulho de homens ensinará apenas a palavra de Deus.
Soldado, atleta, lavrador (2:3-13). O servo do Senhor precisa ser bem treinado e disciplinado para que possa alcançar os alvos de Deus. Como soldado, terá que sacrificar certos confortos e seus próprios desejos para conquistar o objetivo do seu capitão. Como atleta, terá de seguir regras, sacrificando a sua liberdade para receber o prêmio. Como lavrador, terá que trabalhar duro com muita paciência, para depois receber o fruto (2:3-7).
Jesus e Paulo são exemplos perfeitos. Eles sofreram em servir a Deus, confiantes que ele dê a cada um de acordo com as suas obras (2:8-13; veja 2 Coríntios 5:9-10).
Obreiro diligente (2:14-19). Enquanto muitos no mundo religioso se enrolam com questões de doutrinas de igrejas e teologia humana, o servo de Deus precisa se afadigar no estudo da palavra da verdade (2:15). Quem busca contendas de doutrinas e segue toda idéia nova gasta seu tempo e corrompe outros com sua falta de confiança na simples palavra de Deus (2:14,16-19; veja Marcos 12:24,27; Efésios 4:11-14).
Vaso santificado e disciplinado (2:20-26). O servo de Deus deve disciplinar a sua própria vida, fugindo das coisas que não convêm, e seguindo as que o tornam útil para serviço na casa de Deus (2:20-23). Com a sua própria vida em ordem, o servo então deve exortar a outros, lhes ensinando a pura palavra de Deus com a esperança de que sejam convencidos a se arrepender e parar de servir o diabo (2:24-26).

Parte 2
CONSELHOS DE PAULO A TIMÓTEO – Ef 4:1-6 II Tm 2:1-26
Dentre os vários ensinamentos deixados pelo apostolo Paulo em suas cartas ou epistolas, iremos destacar alguns conselhos de Paulo ao jovem obreiro Timóteo.
1. Despertar o dom II Tm 1:5-7;
2. Estar disposto a sofrer pelo evangelho II Tm 1:8-10;
3. Obedecer e defender a verdade II Tm 1:13-14;
4. Ser forte na graça de Deus II Tm 2:1;
5. O ministério deve ser confiado a homens fieis e idônios II Tm 2:1 “b” Ex 18:21-26 At 6:2-7;
6. Estar preparado para suportar sofrimentos e aflições II Tm 2:3 II Tm 2:9-12
a) Como bom soldado de Cristo;
b) Servir ao ministério de forma legítima e disciplinada II Tm 2:5;
c) Não permitir que o ministério seja embaraçado com coisas desta
vida II Tm 2:4;
d) Servir como agricultor laborioso II Tm 2:6-7
7. Procurar ser um obreiro preparado, e ter ministério aprovado II Tm 2:15;
8. Evitar discussões e falatórios inúteis II Tm 2:16-18 II Tm 2:23-26;
9. Procurar viver uma vida de pureza e santidade II Tm 2:19-21;
10.Fugir dos desejos da mocidade II Tm 2:22;
a) O desejo da independência II Sm 14:28 Lc 15:12-13;
b) O desejo de ser famoso e belo Pv 6:25 Pv 30: 8 “b” I Pe 3:4;
c) O desejo de enriquecer;11.Procurar praticar a justiça, a fé, a caridade e a paz II Tm 2:22 “b

Parte 3
11 Características valiosas do obreiro Aprovado

1-    O Obreiro Aprovado é Chamado por Deus

*Gl 1.1 Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por intermédio de homem algum, mas sim por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos),

2-    O Obreiro Aprovado Segue Orientações de Deus

*Gl 1.15 Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça,
16 revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, não consultei carne e sangue,
17 nem subi a Jerusalém para estar com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco.

3-    O Obreiro Aprovado não se Cala Perante o “dono” da Igreja

*III Jo 9 Escrevi alguma coisa à igreja; mas Diótrefes, que gosta de ter entre eles a primazia, não nos recebe.
10 Pelo que, se eu aí for, trarei à memória as obras que ele faz, proferindo contra nós palavras maliciosas; e, não contente com isto, ele não somente deixa de receber os irmãos, mas aos que os querem receber ele proíbe de o fazerem e ainda os exclui da igreja.

4-    O Obreiro Aprovado não Negocia o seu Ministério

*Gl 1. 8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.
9 Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.
10 Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.
11 Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens;
12 porque não o recebi de homem algum, nem me foi ensinado; mas o recebi por revelação de Jesus Cristo.

5-    O Obreiro Aprovado não se Deixa Levar

*I Tm 5. 22 A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro. 


6-    O Obreiro Aprovado Reconhece a Graça de Deus

*I Tm 1. 12 Dou graças àquele que me fortaleceu, a Cristo Jesus nosso Senhor, porque me julgou fiel, pondo-me no seu ministério,
13 ainda que outrora eu era blasfemador, perseguidor, e injuriador; mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância, na incredulidade;
14 e a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.
,

7-    O Obreiro Aprovado Acata o Mandado de Deus

*I Tm 1.1 Paulo, apóstolo de Cristo Jesus, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e de Cristo Jesus, esperança nossa.

8-    O Obreiro Aprovado é Escolhido por Deus

*At 9. 15 Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome perante os gentios, e os reis, e os filhos de Israel;
*Rm 1.1 Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus,
*Mc 3. 13 Depois subiu ao monte, e chamou a si os que ele mesmo queria; e vieram a ele.
14 Então designou doze para que estivessem com ele, e os mandasse a pregar;

9-    O Obreiro Aprovado Busca a Capacidade de Deus

*II Co 3. 4 E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;
5 não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,
6 o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica.

10- O Obreiro Aprovado é Ungido por Deus

*II Co 1. 21 Mas aquele que nos confirma convosco em Cristo, e nos ungiu, é Deus, 

11- O Obreiro Aprovado é Obediente

*Rm 1. 5 pelo qual recebemos a graça e o apostolado, por amor do seu nome, para a obediência da fé entre todos os gentios,
6 entre os quais sois também vós chamados para serdes de Jesus Cristo.
,

À Deus seja dada toda honra, louvor e glória!!!

Estudo transcritos de fontes diversas de pesquisas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥