Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

14/11/2014

SÍNDROME DE NAANÃ

Você já ouviu falar sobre a Síndrome de Naamã?

Você já deve ter escutado muitas vezes falar em síndrome. Síndrome de Down, deAsperger, de Estocolmo, de Marfan, de Parkinson, de Peter Pan, de Tourette, do túnel do carpo… Existem várias delas.
 
Mas você sabe o que é uma síndrome? 

Síndrome é um conjunto de sinais e sintomas que caracterizam uma doença ou condição de saúde, ou seja, as características que definem um tipo de doença e a diferenciam de outras. 

O que seria então essa tal Síndrome de Naamã?

Na Bíblia Sagrada ficamos sabendo quem era Naamã? – “Naamã, capitão do exército do rei da Síria, era um grande homem diante do seu SENHOR, e de muito respeito; porque por ele o SENHOR dera livramento aos sírios; e era este homem herói valoroso, porém leproso”.  (2 Reis 5:1)

Até aqui a única enfermidade em Naamã que a Bíblia nos registra é a lepra: “herói valoroso, porém leproso”. 

Como poderemos diagnosticar a síndrome de Naamã?

Tudo começou em sua casa, quando, “...saíram tropas da Síria, da terra de Israel, e levaram presa uma menina que ficou ao serviço da mulher de Naamã.  E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra”. (2 Reis 5:2-3)

Naamã fez exatamente como a menina havia dito a sua senhora. Foi ter com Eliseu pra ver se ficaria curado da lepra. 

Logo percebemos que Naamã além de leproso, sofria de uma outra síndrome, que decidimos chamar de Síndrome de Naamã. Os primeiros sintomas desta doença foram diagnosticados nele. 

Quando Naamã recebeu as orientações espirituais para que fosse curado de sua lepra, e percebeu que elas não vieram através da pessoa que ele esperava e no formato que ele achava, logo tornou evidentes os sintomas: “Porém, Naamã muito se indignou (indignação), e se foi, dizendo: Eis que eu dizia comigo (Solilóquio – o hábito de falar sozinho): Certamente ele sairá, por-se-á em pé, invocará o nome do SENHOR seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso (Frustração)”.  (2 Reis 5:11)

As coisas não foram do jeito que ele esperava, e nem tão pouco através da pessoa que ele queria que fosse. Pronto! Lá está ela, evidente; Síndrome de Naamã.

Se a lepra, ou hanseníase, que é uma doença infecciosa que afeta a pele e nervos periféricos, hoje tem tratamento mais que adequado, por outro lado, a Síndrome de Naamã está em franco crescimento. Tem muita gente sofrendo desse mal. Morrendo espiritualmente a cada dia, pois não conseguem aceitar que as coisas de Deus são do jeito Dele e não do nosso. 

Naamã queria Eliseu e não um “simples” servo falando com ele.
Naamã queria um toque de mãos proféticas. Algo mais escandalosamente religioso.
Naamã não queria banhar-se num rio qualquer.
Eis a Síndrome diagnosticada. É ela, a tal Síndrome de Naamã.

Como se ver livre dessa síndrome? Como estar curado diante de tão grave enfermidade?
 
1) Reconheça que também está infectado por ela: “Jesus, porém, ouvindo, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas, sim, os doentes”. (Mateus 9:12).
 
2) Ore pedindo para que Deus o cure deste mal:  “Cura-me, SENHOR, e sararei; salva-me, e serei salvo; porque tu és o meu louvor”. (Jeremias 17:14 ).
 
Na busca por curar-se da lepra, Naamã nos mostra alguns caminhos possíveis para curar-se também desta outra Síndrome tão destrutiva. 
 
Primeiro ele demonstra ter dado crédito à fala de uma menina que servia em sua casa. “... e levaram presa uma menina que ficou ao serviço da mulher de Naamã.  E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra”. (2 Reis 5:2-3).

Que coisa boa é poder reconhecer que aqueles que trabalham conosco são gente como a gente. Gente não é capacho e nem tapete pra gente pisar em cima. Gente é gente! E tem gente que perdeu a dimensão disto. Trata seus servos, empregados ou mesmo funcionários como se fosse um bicho. Isso é uma síndrome terrível. Às vezes fico pensando se tem cura.  

Fico feliz em pensar que um leproso estava disposto a creditar a uma menina uma palavra tão poderosa que poderia mudar a história de sua vida. 

Pense nisso! Olhe bem ao redor e veja quantos trabalham para você ou mesmo trabalham comvocê e que por você são ignorados. Quem sabe você já perdeu uma grande benção de Deus, porque deixou de ouvir alguém que você julgou como sendo insignificante aos seus olhos. “...se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz”. (Mateus 6:22). 

Cure-se desse mal ainda dá tempo.

Essa doença atinge todos os níveis de relacionamento. Às vezes achamos que isso só acontece na relação patrão e empregado. Não é verdade! Atinge pais e filhos, marido e mulher e por aí vai.
 
Naamã ouviu uma menina (serva). E você dá ouvidos aos seus empregados? 
 
E você pai dá ouvidos aos seus filhos? Ou acha que seus filhos nunca tem nada a dizer?
 
Maria e José estavam a procura do menico Jesus, e no auge dos seus 12 anos, “aconteceu que, passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os”. (Lucas 2:46). Se Maria e José decidissem não ouvir seu filho, certamente eles sairiam perdendo e muito. Não seja você mais um a sofrer por causa dessa síndrome.
 
No caminho da cura da lepra, Naamã deu ouvidos à sua mulher: “...E disse esta à sua senhora: Antes o meu senhor estivesse diante do profeta que está em Samaria; ele o restauraria da sua lepra”. (2 Reis 5:2-3). Naamã dá créditos à menina, porque antes disso deu crédito a sua mulher. Lares inteiros são destruídos hoje porque maridos não param para ouvir suas mulheres. Lembre-se: “Toda mulher sábia edifica a sua casa... “. (Provérbios 14:1).

No momento decisivo em sua enfermidade, quando a Síndrome de Naamã se mostrou aguda e com sintomas muito fortes, ele teve a chance última de ser curado da lepra e ao mesmo tempo da síndrome que aqui chamamos de Síndrome de Naamã. 

As duas enfermidades o deixaram quando ele decidiu dar ouvidos aos seus servos: “Então se chegaram a ele os seus servos, e lhe falaram, e disseram: Meu pai, se o profeta te dissesse alguma grande coisa, porventura não a farias? Quanto mais, dizendo-te ele: Lava-te, e ficarás purificado”.  (2 Reis 5:13). 
 
Graças a Deus Naamã deu ouvidos aos seus servos. A boa palavra de Deus pode vir de lugares ou de pessoas que você não espera. Creia nisso! Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações. (Hebreus 4:7) . Deus tem falado muitas vezes, e de muitas maneiras. (Hebreus 1:1). 
 
Aqui estão os claros sintomas de que sua doença o estava deixando, Aos poucos o mal estava indo embora. 
 
O que provocou os sintomas desta síndrome? “Então Eliseu lhe mandou um mensageiro, dizendo: Vai, e lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada e ficarás purificado”.(2 Reis 5:10).  Imagine você um mensageiro causar um alvoroço tão grande na vida de um homem. Naamã já tinha chegado tão longe. Veio de tão longe. Ouviu tanta gente, para chegar exatamente ali e dar um “show” desses. 
 
Não subestime o poder dessa síndrome. Ela é terrível. Ela diz todos os dias para você:
 
- Só aquela igreja é boa!
- Só aquele pastor é bom!
- Se não for com ele eu não quero.
- Se for outro não serve.
- Tem que ser desse jeito e não de outro. 
 
É sempre assim, uma doença terrível, uma praga quase incurável: é ela a Síndrome de Naamã.
 
Liberte-se dela. Cure-se hoje em nome de Jesus. 

Naamã só ficou curado quando deu ouvidos a voz de Deus: “Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado. (2 Reis 5:14). 

Dê ouvidos a voz de Deus hoje: Somente assim o tratamento correto poderá ser iniciado.

Veja que no caso de Naamã, a vontade de Deus se manifestou como voz audível na vida de sua menina-serva e na vida dos servos que o acompanharam até Eliseu. Se manifestou também, através da vida de um simples servo que lhe transmitiu as palavras do profeta Eliseu. 

Ao receber uma Palavra de Deus, tenha os ouvidos, os olhos e coração aberto para receber a boa semente de Deus. E Lembre-se! Ela pode não vir do jeito ou mesmo na forma e quem sabe, não virá através da pessoa que você espera.

Se foi assim com Naamã, creia que isso pode acontecer com você também!

Um comentário:

  1. Muito bom o seu blog, estive a percorre-lo li alguma coisa, porque espero voltar mais algumas vezes,deu para perceber a sua dedicação em partilhar o seu saber.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante.
    E se gostar e desejar comente.
    Que Deus vos abençõe e guarde.
    Abraço.Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir

Esta postagem realmente é muito forte, sendo assim, te convido a ler e meditar no seu conteúdo e depois, peço-te, deixe ai seu comentário, sua crítica, seu recado, sua opinião... E compartilhe em sua rede social.
Pois assim você estará me ajudando a melhorar este espaço!
(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se.
(2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. não venha me criticar por falar contra aqueles que penso serem enganadores e falsos profetas.
Sinta-se em sua casa! Ou melhor, em seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥