Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

29/01/2014

TESTEMUNHO DE FÉ: EX-PADRE JOSÉ BARBOSA DE SENA NETO (PR. BARBOSA NETO)

Chamo-me Pr. José Barbosa de Sena Neto, mais conhecido como Pr. Barbosa Neto. Cearense, de Fortaleza. Nasci em Fortaleza, no dia 31 de dezembro de 1946, Filho de Francisco Barbosa de Sena e de D. Ernstina Barbosa de Sena, ambos já falecidos.
Meus primeiros contatos com o genuíno Evangelho do Senhor Jesus foram dramáticos e atípicos. Como sacerdote católico romano, integrante da “Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, OFMCap”,  uma das ‘ordens religiosas’ católicas romanas extremamente severas, sempre fui de forma muito acirrada contra ao Evangelho genuíno do Senhor, um perseguidor e injuriador implacável dos crentes em geral, independente de suas cores denominacionais,  por considerá-los todos hereges. Foram 34 anos envolvido com a cúpula do Catolicismo Romano: 12 anos em seminário menor e maior e noviciado e 22 anos consecutivos no exercício sacerdotal. Fui ordenado padre frade capuchinho, no dia 17 de dezembro de 1971. Meu onomástico era Pe. Frei Zacarias Maria de Fortaleza, OFMCap. Depois de cinco anos de ordenado padre capuchinho, pelo processo canônico de secularização, deixei aquela Ordem e ingressei no clero diocesano, foi quando voltei a ser chamado pelo meu nome de registro civil: Pe. José Barbosa de Sena Neto.
De retorno ao meu estado natal, sendo de linha teológica progressista, e voltado para a infame assim-chamada “teologia da libertação”, fui enviado por meus superiores para trabalhar com os assim-chamados “católicos carismáticos”, como capelão de uma das centenas e centenas comunidades católica carismática, a “Comunidade Shalom”, além do meu trabalho normal como pároco,  na diocese de Quixadá, região do Sertão Central do Ceará, pois a finalidade era neutralizar as minhas atividades progressistas. Eu quis ‘morrer’, fiquei indignado, quando fui colocado para servir também no meio daqueles ‘fanáticos’, além do meu trabalho normal como pároco, mas obedeci, porque padre não tem vontade própria... Obedece cegamente à vontade de seus superiores, sem pestanejar. Este é o regime. 
Mas o Senhor Deus é soberano, Ele age onde e como bem quer! Foi exatamente no sacrílego “movimento carismático católico” – um dos mais heréticos movimentos inseridos no contexto do Catolicismo Romano nos últimos tempos – que o Senhor Deus começou a falar ao meu coração, através do despertamento da leitura constante das Sagradas Escrituras, dissociado do assim-chamado “magistério da igreja” (doutrinas), deixando o Espírito Santo falar e trabalhar no meu coração.
Foi muito difícil render-me aos pés de Jesus! Pensem, imaginem!.... Foi necessário que o Senhor Deus permitisse que eu ficasse doente, acometido de doença ateromatosa carotídea com estenose de 70% na carótida interna esquerda. Isto significa que eu fui acometido de obstrução nas artérias, tido como paciente de alto risco de vida, podendo ter tido um AVC abrupto e ter ficado paralítico e preso numa cadeira de rodas e com complicação na voz, para sempre,  ou ter tido um AVC fulminante.
Mas o Senhor Deus teve misericórdia de mim, e permitiu que eu passasse
por uma intervenção cirúrgica em tempo hábil para a retirada de uma placa de ateroma (gordura endurecida) na carótida esquerda,  que estava obstruindo a circulação do sangue do lado esquerdo do cérebro. Os detalhes marcantes estão registrados em meu DVD e CD, respectivamente, sobre o meu real encontro com o Senhor Jesus.
Às 15h da tarde, horário de visitas, adentra de maneira abrupta, e sem ser convidada, no apartamento daquele hospital onde eu fui operado e estava descansando e me recuperando e aguardando a visita de meus familiares, a vovó Maria Jesus, uma senhora de 70 anos de idade, risonha e completamente analfabeta e extremamente paupérrima, vestida com um vestidinho de chita e calçada com chinelos Havaiana! Ela era a alegria personificada, muito descontraída, e muito engraçada! Uma graça ambulante! Ela gostou tanto de mim, que me visitou durante os oito dias que ali fiquei hospitalizado. Mulher incrível! Como padre, eu também sempre trabalhei com Educação, tendo sido professor de Português, Literatura, Redação, História, Sociologia, orientador educacional, coordenador pedagógico e diretor geral de colégio diocesano. Eu sempre me imaginei que era o sabichão... Bravo, irascível, de poucos amigos, estúpido, mal-educado, sempre olhava para os crentes das cidades do interior de meu estado onde trabalhei como padre, com total desprezo... Não se esqueçam que eu era padre-frade capuchinho, com aquela mesma mentalidade do também capuchinho, Frei Damião Maria de Bozanno, missionário italiano, que deixou suas marcas históricas na cidade de Patos – PB.  Lembram-se dele? As pessoas ao meu redor não tinham respeito por mim; tinham medo... E o Senhor envia para falar para mim do Seu imenso e misericordioso amor, numa linguagem tão simples, e sem academicismos, uma mulher extremamente excepcional e completamente analfabeta! Ela não sabia ler! Mas sabia falar das grandezas de Deus com autoridade e unção! Ele é soberano e Ele usa quem Ele quer! Ela me abraçava e me beijava e me chamava de “meu filho”! Eu não era de abraçar ninguém!... 
E todas as tardes aquela senhora, que caminhava com muitas dificuldades, ia onde me encontrava hospitalizado e me convalescendo, e com ternura me falava com uma alegria incrível e nunca antes observada e me ensinava a respeito do grande amor de Deus para comigo! Inacreditável! E o Espírito Santo foi pouco a pouco quebrando as minhas resistências, logo eu, um implacável perseguidor do povo de Deus, e ali, diante daquela senhora, em silêncio e profundamente emocionado, ouvindo-a na sua simplicidade, atentamente! E no final de cada visita, era orava por mim e cantava a canção “Rude Cruz”. Ela não tinha voz afinada, não tinha ritmo, mas ela cantava com o seu coração! Isso fazia a diferença! Jamais me esquecerei desse hino, enquanto vida eu tiver! E hoje, com grande emoção eu o canto, para a glória do meu Senhor! Aleluia! 
Quando reconheci o verdadeiro estado pecaminoso em que me encontrava, considerei-me indigno de cuidar da salvação das almas, quando eu mesmo ainda não estava salvo. Havia confiado demasiadamente em mim, no pedestal do meu orgulho pessoal, do meu conhecimento intelectual. Antes de conhecer Jesus eu era desumano, vivia mentindo, maltratando e humilhando os outros, mergulhado nos pecados mais crassos que se possam imaginar... Eu era adúltero, de maneira escondida... Era um “hipócrita de plantão”, sem intimidade nenhuma com Deus, um cego guiando outros cegos, oferecendo o perdão que só Deus pode conceder!


Foi então que o Senhor Deus teve misericórdia de mim, eu, um pobre leproso espiritual, e me estendeu a Sua mão, tocando-me sobrenaturalmente (Marcos 1.41) e me arrancou do império das trevas e Ele mesmo me transportou para o reino do Filho do Seu amor (Colossenses 1.13). O Senhor Jesus me acolheu com carinho, teve paciência comigo, antes mesmo de minha conversão. Aproximei-me dEle com fé e humildade, confiei em Seu poder, sentindo a necessidade de ser lavado em Seu precioso sangue! O Seu amor e a Sua graça inundaram-me completamente e pude então experimentar, com profundidade, o significado da salvação em Cristo Jesus, a qual foi obtida, não por causa de minhas obras, mas porque “o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de TODO pecado” (I João 1.7b). Não importa qual tenha sido o meu passado, Deus realizou uma grande obra de restauração em mim, transformando-me em uma “nova criatura” (II Coríntios 5.17). Aleluia!
Aceitei Jesus como meu único e suficiente Salvador e Senhor da minha vida, no dia 17 de setembro de 1992. Eu jamais quis isso, mas o Senhor Deus me arrancou com força do império das trevas e da idolatria de forma dramática. Fui começar minha vida toda de novo, e na época, eu tinha quase 46 anos, neste país de tantos contrastes sociais! Não foi nada fácil! Fui fazer seminário teológico, onde galguei o grau de bacharel em teologia, e depois submetido a concílio examinatório e, aprovado, fui ordenado ao Sagrado Ministério da Palavra no dia 08 de outubro de 2000. Creio piamente na contemporaneidade dos dons espirituais e nisso ou por causa disso, venho encontrando dificuldades ao lado dos meus pares, mas não posso negar as experiências que tenho tido com o meu Senhor!
Sofri e tenho sofrido o abandono de meus antigos amigos e de boa parte de meus familiares da parte de meu pai. Também como fui perseguidor do povo de Deus, ainda hoje há pastores, também da mesma Fé e Ordem, que tem dificuldades comigo, por aquilo que lhes fiz no passado, na minha ignorância, na minha incredulidade!... Eu entendo!...  Nada tenho de bens materiais, mas hoje sou um homem completamente feliz e realizado! Depois de dois anos que aceitei Jesus, casei-me com D. Ítala Rosa, e temos três filhos de nosso abençoado casamento: Káthya Regina, Ítalo Henrique e Lourdes Gabryelle. Todos envolvidos com a obra do Senhor. Louvado seja Deus! 
Se fosse necessário passar por todos os sofrimentos que já encarei e pelos que ainda terei de passar, declaro, em nome de Jesus, que escolheria mais uma vez seguir os passos do meu querido Salvador e Senhor da minha vida! Como é bom seguir a Jesus! Como é contagiante a alegria Nele! Como é grandioso louvá-Lo e adorá-Lo “em espírito em verdade” (João 4.24) e não através de cultos idolátricos, nos quais eu estava mergulhado!


O Senhor Jesus tem sido bom demais para mim, desde o primeiro instante em que me refugiei em Seus braços amorosos! Ele me libertou da opressão do diabo, devolveu-me a alegria de viver. Devolveu-me as lágrimas que haviam há muito sido reprimidas, e deu-me um novo sorriso e uma vontade insopitável de sair proclamando em alta voz que SÓ JESUS CRISTO SALVA!
Só Jesus nos purifica de todo pecado! Só Ele cura todas as nossas enfermidades físicas e espirituais! Só Ele quebra as nossas amarras satânicas! Só Ele nos enche com o Espírito Santo, revestindo-nos com o Seu poder, dando-nos ousadia na Palavra, capacitando-nos a guerrear as nossas guerras contra todas as hostes e obras das trevas. Este é o Jesus que desejo conservar em adoração no mais íntimo do meu ser, proclamando-O em alto e bom som como o meu grande Deus e Salvador. Aleluia! Atualmente, sou membro de uma Igreja Batista local, da Convenção Batista Brasileira-CBB, pastoreando uma comunidade excessivamente carente, na periferia de minha cidade.  Mas, acima de tudo, sou crente em Jesus, lavado e comprado pelo Seu sangue, com uma convicção inabalável de que meu nome foi confirmado no Livro da Vida do Cordeiro, e para sempre, estando aguardando a cada dia a volta gloriosa do meu Senhor Jesus!  
Nada mais devo, exceto o amor, pois Jesus já perdoou todas as minhas transgressões, tendo cancelado o “escrito de dívida” que era contra mim... “removeu-o inteiramente e encravando(meus inomináveis pecados) na cruz”. E desses pecados Ele jamais se lembrará (Colossenses 2.14; Hebreus 10.17). Satanás certamente vai continuar enviando os seus emissários para, com o dedo em riste, apontar os meus erros do passado, dizendo: “eu conheço as obras deste homem”! Ele tem-se levantado ferozmente para acusar-me; contudo sei que ele já está completamente derrotado, pois “o sangue de Jesus... nos purifica de TODO pecado”. Aleluia!
Quando nos arrependemos de nossos pecados, Ele sempre nos perdoa. Arrepender-se é reconhecer a maneira errada em que temos vivido, abandonando o procedimento egoísta independente, reconhecendo que o nosso comportamento magoou Jesus profundamente, e que nossos pecados foram a causa de Sua morte na Cruz do Calvário. A Palavra de Deus diz que devemos crer em Jesus, pela fé, para obter a salvação. Devemos reconhecer a nossa incapacidade de expiar nossos próprios pecados e confiar única e inteiramente na expiação efetuada por Cristo, na cruz, “de uma vez para sempre”! (Hebreus 10.10-18).
Ter fé em Jesus é aceitá-Lo, render-se e apegar-se a Ele, passando a depender única e exclusivamente Dele e a Ele se entregando confiadamente, na certeza de que Ele nos salva (João 6.37,40). Quando O recebemos como Salvador e Senhor, Ele entra em nossa vida. Quando O aceitamos e cremos no Seu evangelho, Ele nos salva e coloca um novo cântico em nossa boca! Se confessarmos Jesus diante dos homens Ele nos confessará diante do Pai (Lucas 12.8,9).
Só a Palavra de Deus vivenciada nos dá plena certeza de salvação. Em Romanos 10.9,10 o grande apóstolo Paulo, antigo perseguidor da Igreja nos diz o seguinte: “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação”. A Palavra de Deus nos garante isso quando afirma que “...os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis” (Romanos 11.29).
Depois de me entregar a Jesus Cristo e me dedicar à leitura e ao estudo constante de Sua Palavra, meu coração foi transformado de tal maneira que só tenho vontade de praticar a Sua vontade, de fazer o que Lhe é agradável. Tendo me tornado em uma “nova criatura” em Cristo, (II Coríntios 5.17), e à medida que Sua palavra foi me penetrando o íntimo, pude descobrir que, realmente, “os seus mandamentos não são penosos” (I João 5.3c).
Quem lê e pesquisa humildemente a Palavra de Deus entra em tal estado de espiritualidade que passa a enxergar todas as coisas pela ótica divina e, portanto, sente prazer em executar a vontade Deus e, desse modo, vive em completa harmonia com Ele, com o mundo ao redor e consigo mesmo. A leitura da Bíblia é a única maneira de chegarmos a Deus, confiadamente, sem nos deixarmos envolver com doutrinas estranhas, que têm surgido em todos os tempos, para minimizar a obra redentora do Senhor Jesus Cristo. 
Se o meu testemunho tocou o seu coração e se você ainda não entregou a sua vida a Jesus, e compreendeu a necessidade de ser salvo de todos os seus pecados através da fé no Senhor Jesus Cristo, confesse a Ele os seus pecados ocultos, do mesmo modo como também confessei um dia todas as minhas transgressões. Vá até Ele, agora mesmo, com o coração quebrantado, e arrependido de seus pecados, confiando inteiramente no que Ele declarou: “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim; e o que vem a mim de modo nenhum o lançarei fora” (João 6.37).
Hoje sou pastor batista de igreja local, como já mencionei, mas ao longo dos anos, tenho recebido convites para dar a minha palavra de testemunho, já tendo percorrido todos os estados brasileiros e suas principais cidades.  Sou  autor do livro  “Confissões Surpreendentes de um ex-Padre”  de 156 páginas, já em terceira edição ampliada, e tenho DVD e CD com o mesmo titulo, que levo comigo como material de apoio para os eventos realizados.
Site: www.expadre.com.br    
Apenas a título de informações: os eventos realizados sempre é de grandes proporções, com templos superlotados. Já foram realizadas conferências evangelísticas e missionárias em todas as capitais de todos os estados brasileiros e em suas principais cidades e os resultados tem sido bastante abençoados e produtivos, totalizando centenas e centenas de decisões de vidas preciosas sendo arrancadas do império das trevas e da idolatria, e transportadas para o reino do Filho do Seu amor e de outras tantas vidas consagradas no altar do Senhor!

Subscrevendo-me, mui fraternalmente em Cristo, nossa “esperança da glória”.  
Pr. José BARBOSA de Sena NETO
IB do Conjunto Metropolitano
Região Metropolitana da Grande Fortaleza – CIBUC/CBB.
Caucaia – CE.

CIBUC/CBB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta postagem realmente é muito forte, sendo assim, te convido a ler e meditar no seu conteúdo e depois, peço-te, deixe ai seu comentário, sua crítica, seu recado, sua opinião... E compartilhe em sua rede social.
Pois assim você estará me ajudando a melhorar este espaço!
(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se.
(2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. não venha me criticar por falar contra aqueles que penso serem enganadores e falsos profetas.
Sinta-se em sua casa! Ou melhor, em seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥