Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

13/01/2014

SOU PEQUENO, NÃO POSSO. MAIS MEU DEUS É GRANDE, TUDO PODE.


Imagem inline 1

Debaixo de uma enorme figueira descansava um pequeno garoto, que admirado pela beleza frondosa da arvore, viajava em seus pensamentos, quando intensamente deslumbrado procurava dentro de si uma forma para entender tamanha perfeição. Imaginava; quem foi capaz de criar algo tão magnifico, embebecido na sua visão, seus lábios deram vazão aos seus pensamentos que pronunciaram.
Poxa, alguém para fazer algo tão grande deve ter um tamanho enorme.
Para colocar todas essas folhinhas e deixa-las firmes, Ele teve muita agilidade e sabedoria.
Para colocar tantos frutozinhos na ordem tão certa, deve ter sido muito trabalho. Este moço deve ser muito inteligente... E continuou; Ele sabe tudo mesmo, fez o tronco bem grosso para sustentar todos os galhos... Muito esperto. Porque será que tem rachaduras? Eu acho que é para agente poder subir.
Eu queria saber, como Ele cavou tão fundo é colocou as raízes... Si, não, a arvore não poderia ficar em pé.
De repente, o silêncio foi cortado pelo grito da sua mãe que dizia: Filho! Saia daí, esta ventando muito, está para vir uma forte tempestade.
Ouvindo aquela advertência o garoto rápido levantou-se e correu em direção a sua casa, inesperadamente os ventos sopram em tamanha velocidade que pareciam querer destruir tudo, e o garoto começou a ser levado pela ventania, ouve-se um barulho muito forte naquele momento, então, o garoto sentiu sua mãe puxando-o e protegendo-o. Naquele instante ele vira a cabeça para ver qual foi o motivo do estrondo, ficou embranquecido ao ver aquela arvore tão forte tombada ao chão.
Olhou assustado para a mãe e disse: Nossa! Mãe, o dono daquele arvore é bem maior do que eu pensava, e Ele não deve ter gostado de alguma coisa que ela fez, porque eu venho aqui todos os dias e sempre a vi grande, às vezes tinha folhas e às vezes não, às vezes tinha fruto e às vezes não, mais ela continuava do mesmo tamanho, agora, Ele deve ter ficado tão bravo que com um sopro de uma só vez, destruiu tudo. E eu achava que ela era muito grande.
Em meio aquele vento, abraçado ao filho a mãe sorriu e lhe disse:
O Dono daquela figueira filho é Deus, foi Ele que permitiu que ela nascesse ali, nós, apenas usufruímos dos benefícios que ela nos dava, tudo na vida é assim, o que para nós é muito difícil, Deus destrói com um sopro das suas narinas.
Então o garoto disse: mais mãe, quase que ela caía sobre mim, eu ia morrer.
Novamente a mãe sorriu e disse:
Filho, de quem era a árvore? Ele respondeu: De Deus
E Você é o que de Deus? O garoto respondeu: Filho.
Hum, suspirou a mãe em sinal de positivo e falou: Então, você não é meu filho também? Ele respondeu: sim. Quando a tempestade estava vindo, o que eu fiz? Mim alertou, disse o menino. O que mais? Perguntou ela: Protegeu-me. Então, falou-lhe a mãe: Com Deus também é assim, aqueles que são seus filhos quando os ventos fortes começam surgir, Ele adverte, se o filho o ouve, Ele se aproxima. Se acaso, a tempestade acelerar, Ele estende a mão e o segura, daí, Ele pega em seu colo e abraça-o. Quando o filho olha ao seu redor, se surpreende, sabe por quê?
Porque mãe, disse o garoto; Porque ele verá a grandeza do pai que tem, que cuida dos seus, nos pequenos detalhes. Aquilo que para agente é impossível, Ele faz tombar em um piscar de olho. Por isso, o filho precisa obedecer, pois, o pai salva ao filho que ouve sua voz.
Deus é maior, mais ágil e mais inteligente que tudo aquilo que para nós é grande.
Deus nos adverte, nos corrige e se quisermos Ele nos protege. Seja qual for à tempestade que possa surgir, tentando destruir o nosso sonho, Deus tem livramento na hora certa.
Deus cria situações difíceis, para podermos ver, o agir Dele sobre nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta postagem realmente é muito forte, sendo assim, te convido a ler e meditar no seu conteúdo e depois, peço-te, deixe ai seu comentário, sua crítica, seu recado, sua opinião... E compartilhe em sua rede social.
Pois assim você estará me ajudando a melhorar este espaço!
(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se.
(2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. não venha me criticar por falar contra aqueles que penso serem enganadores e falsos profetas.
Sinta-se em sua casa! Ou melhor, em seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥