Para a glória de Deus!

Para a glória de Deus!

28/10/2014

SÍNDROME DE ACABE

Algumas síndromes podem ter origens hereditárias. Outras não. São produtos de determinadas deformações genéticas. Incuráveis, ganham o nome do seu descobridor. A de Acabe não foi descoberta pelo rei de Israel. Aliás, um jovem de caráter e personalidade desequilibrados. Entre os vários defeitos que o caracterizava sentia-se perseguido pelos profetas de sua época. Alguns desses profetas, verdadeiros heróis, sofreram terrivelmente durante o seu reinado.
Dominado pela mulher, Acabe se comportava como meninão mimado. Qualquer palavra de confronto o levava a ficar na cama sob os cobertores a resmungar. Não comia. Emburrado, expunha seus sentimentos de inferioridade, até que alguém atendesse seus anseios.
Elias, o profeta, sofreu horrores nas mãos de Acabe. Que o considerava como inimigo. Um perturbador da política implantada pelo rei e sua corja. Acabe o denominava “perturbador de Israel” (1º Reis 18:17). Razão simples. Elias, como mensageiro do Senhor. Fiel a sua missão, não conseguia compactuar com as loucuras e pecados de Acabe. Foi um longo período de confronto, mas Acabe continuou obstinado, com sua síndrome de perseguição.
Elias foi elevado aos céus e Acabe precisava de outro profeta para dar vazão a sua personalidade doentia. Quando a pessoa sente-se perseguida. Não reconhece seus erros. Não se deixa ser tocada pelo Espírito Santo, é fácil encontrar ou fazer um inimigo. Foi o que Acabe fez. Encontrou no desconhecido Micaías o seu algoz. Pouco sabemos de Micaías e seu ministério. Contemporâneo de Elias, revelou-se corajoso, como o grande homem de Deus.
Jeosafá, rei de Judá, desobedecendo toda orientação Divina resolveu estabelecer um pacto político com Acabe. Uma aliança para guerrear os sírios. Deu-se mal. Teve que fugir da batalha. Comprovou que não é possível aliança e comunhão com os infiéis.
Antes de ir à batalha os dois reis, com suas vestes e tronos reais resolveram promover um culto profético. Quatrocentos “profetas” vestidos a caráter deram um show de profecia. Todos concordavam que a vitória estava ganha. Os “profetas” que só profetizam vitórias. Bênçãos. Prosperidades para os seus adeptos não são produtos da atualidade. Sempre existiram. Deus é o “guerreiro” de todas as vitórias. Por isso “vem com Josué lutar em Jericó”. Embora Jericó hoje seja cidade onde nem sempre é possível entrar. Mas “rompendo em fé” a vitória está ganha. Que lástima! Como há salvos que adoram “profecias de vitórias”, que não conteste o pecado.
Jeosafá achou estranha a profecia unânime dos quatrocentos profetas de Acabe. Perguntou, pergunta infantil, se por acaso não havia na região algum profeta comprometido, não como o rei, mas com o Senhor. Acabe deixa extravasar a sua síndrome. Claro que há um obscuro profeta, chamado Micaías. Mas eu o aborreço. Não gosto dele. Ele só prega contra mim. Nunca diz uma palavra boa a meu respeito. Só fala mal. (1º Reis 22:7-8). Como falar bem de um pecador que se recusa a se arrepender? Impossível!
O mensageiro que foi buscar Micaías tentou corrompê-lo no caminho. Você quer se dar bem com a Igreja não pregue contra o pecado. Olha o dízimo daquele irmão! Afinal ele é o rei. Não fale de pecado. Fale de erros. Não condene a idolatria. É falta de ética. Faça um discurso descompromissado com a verdade bíblica e eu lhe garanto aumento de salário. Já naquele tempo havia corruptor. Micaías diz: Não há problemas. Tenho um compromisso com Deus. O que o Senhor disser isso falarei (1º Reis 22:13-14). Claro que a mensagem não agradou a Acabe e Micaías foi parar na prisão sustentado com “pão e água de angústia” (1º Reis 22:27-28). Acabe foi morto na batalha. Os cães lamberam o seu sangue no tanque onde as prostitutas se lavavam (1º Reis 22: 38). Cumpriu-se a profecia de Elias quando o repreendeu pela morte de Nabote (1º Reis 21:19). Poderia ter sido diferente, não fosse sua síndrome de perseguição.
A Bíblia é um precioso manancial. Fonte de alívio e consolo para os que labutam no ministério. Continuamos a encontrar na caminhada com Deus pessoas que tem o Pastor como inimigo e perseguidor. Ao que parece os mensageiros divinos tem o poder de ler os pensamentos das pessoas. Conhecer seus fracassos e pecados. Impiedosos, expõe no púlpito toda a podridão moral dos seus ouvintes. São tidos como perseguidores de alguns salvos. Preparam mensagens com endereço certo. Como se o verdadeiro homem de Deus ao estudar, elaborar suas mensagens, orar pelos resultados, alistasse os nomes dos que devem ser atingidos. Uma vez no púlpito, trincheira inexpugnável, que ninguém pode contestar, lança seus dardos de ódio sobre o pobre ouvinte. O pastor só prega contra mim. Alguns temerosos dizem “só prega pra mim”. Mas, sem resultados, é claro. O inimigo cria na mente das pessoas com síndrome de perseguição escudos para impedir a ação do Espírito Santo.
A confusão que tais pessoas realizam na Igreja. A tristeza que causa ao ministério. O desconforto espiritual. Somados, são inexplicáveis. É fácil ser odiado. É só falar a verdade. Mais fácil ainda é ser amado. É só concordar com o erro. Arranjar adjetivos adocicados para o pecado. Não falar do juízo divino e do inferno, e os aplausos virão.
Os grandes homens de Deus pagaram com a vida a convicção, de suas vocações. Entre agradar o ouvinte e pregar o verdadeiro evangelho prevalece para o homem de Deus o compromisso com o Senhor. Aplausos humanos não substituem a aprovação Divina. Não é a realidade presente. Mesmo assim ainda temos alguns Micaías e Elias comprometidos com a vocação ministerial. Esta é comprovada pelo compromisso do vocacionado com Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esta postagem realmente é muito forte, sendo assim, te convido a ler e meditar no seu conteúdo e depois, peço-te, deixe ai seu comentário, sua crítica, seu recado, sua opinião... E compartilhe em sua rede social.
Pois assim você estará me ajudando a melhorar este espaço!
(1)Reservo o direito de não públicar criticas negativas de "anônimos". Quer criticar e ter a sua opinião publicada? Identifique-se.
(2) Discordar não é problema. É solução, pois redunda em aprendizado! Contudo, com educação. Sem palavrão! (3) Ofereça o seu ponto de vista, contudo, a única coisa que não aceitarei é esta doutrina barata do “não toque no ungido” do Senhor. não venha me criticar por falar contra aqueles que penso serem enganadores e falsos profetas.
Sinta-se em sua casa! Ou melhor, em seu blog!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ao redor do mundo...

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

MENSAGENS DO MILTON RABAYOLI

FIQUE A VONTADE... SINTA-SE COMO SE ESTIVESSE EM SEU PRÓPRIO BLOG...

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ E VOLTE SEMPRE! ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥